Home - Convergência Digital

Gamificação certifica colaboradores de empresa de cloud

Convergência Digital - 03/10/2019

Desenvolver e capacitar profissionais internos é uma forma das empresas se manterem competitivas, com times engajados e focados nos clientes. Pensando nisso, a Mandic Cloud Solutions, ​​especializada em serviços profissionais em cloud, investiu na Mandic Universidade Corporativa (MUC), com o objetivo de aperfeiçoar as competências técnicas, comportamentais e de negócios de seus colaboradores. A empresa acaba de lançar uma trilha de formação profissional, chamada Satori, um treinamento em formato gamification que certifica o colaborador em diversas áreas, entre elas, agilidade, monitoramento, rede de segurança, containers e Serverless.

A trilha, que faz uma alusão às artes marciais, começa na faixa branca e vai até a vermelha, seguindo a escala jiu-jitsu. Cada etapa é representada por um Dojô - local onde se treina artes marciais japonesas - e a medida que o trabalhador passa pelos capítulos é possível acumular Yattapoints (pontos virtuais) que podem ser convertidos em prêmios como um day-off, por exemplo.

Para Vanessa Haba, diretora de Pessoas da Mandic Cloud "unir a realidade colaborativa com metodologias ágeis, já é uma prática em grandes empresas. O desafio é aprimorar cada vez mais os programas que investem em treinamento interno, e incluir conteúdos que atendam não só as áreas técnicas, mas também outros departamentos".

Para iniciar sua jornada de desenvolvimento é necessário que o colaborador percorra a faixa branca, composta por seis cursos que servirão de nivelamento. Dentre os temas que fazem parte dos cursos, introdução à linguagem de programação python e cloud computing, são alguns."Dessa forma, conseguimos desenvolvê-lo em sua área de atuação, porém, issonão impede que o colaborador se desenvolva em outro dojô que tiver interesse", afirma Haba.

Concluído os cursos da faixa branca, o colaborador poderá ingressar no Satori escolhendo um dojô para treinar, importante que essa escolha esteja acordada com o gestor da área. A trilha Satori é composta por 7 faixas a serem percorridas, e cada faixa possui alguns desafios, provas e conteúdos elaborados pelos próprios especialistas da companhia.

Para a diretora de Pessoas, a plataforma recente já obteve aceitação entre os colaboradores. "Temos sessenta faixas brancas. Para a nossa surpresa, até os que não são de áreas técnicas estão empolgados com a iniciativa e, pelo formato didático e lúdico, conseguem absorver os conteúdos sem nenhuma restrição", explica.

Cerca de 260 colaboradores já navegam na plataforma da MUC. Desde abril foram registradas 572 horas em cursos onlines e presenciais, e em maio e junho já passaram de mais de 8 mil horas apenas nos cursos onlines. Pela trilha Satori, 67 especialistas já se formaram. A empresa prevê o lançamento de mais quatro trilhas até o final do ano. .

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

07/07/2020
Empresa de transformação digital abre 200 vagas para seu Programa de Estágio 2021

02/07/2020
Startup oferece 20 mil bolsas de estudos gratuitas para computação em nuvem

29/06/2020
DELL Technologies oferece três mil vagas para cursos online gratuitos por EaD

26/06/2020
Empresa de cibersegurança oferece cursos on-line gratuitos no Brasil

15/06/2020
IGTI tem mais de seis mil bolsas subsidiadas para TI

08/06/2020
Covid-19: Brasil sabe fazer software para 'jogar o jogo' global do digital

08/06/2020
LABData-FIA lança Pós-Graduações e MBAs de Big Data e Inteligência Artificial totalmente online

05/06/2020
Emprasa de TI cria trilhas online gratuitas para certificação Microsoft

03/06/2020
TOTVS abre 10.900 vagas para aulas 100% online e gratuitas

19/05/2020
Institutos Federais começam piloto de matrículas online com cursos de programador

Ciência de dados: a profissão do agora e do futuro

Em alta, o profissional cientista de dados é buscado em áreas como medicina, varejo, bancos, telecom, entre outros. Um bom especialista tem formação multidisciplinar e visão holística do negócio.

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Seis dicas para formar uma equipe de trabalho resiliente

or Craig Mackereth*

Formar uma equipe ou força de trabalho resiliente não é tarefa que se execute da noite para o dia. Tampouco é possível tornar uma equipe verdadeiramente resiliente se isso ainda não estiver integrado ao DNA da empresa.

Destaques
Destaques

Teletrabalho: medo de perder emprego cria obrigação de ficar 100% online

Pesquisa do LinkedIn aponta que 68% dos brasileiros têm trabalhado de uma a quatro horas a mais por dia por conta de estarem em home office. Maior parte reclama de ansiedade e estresse. Maioria também reclama da ausência dos colegas de trabalho, mas 43% se sentem mais produtivos com o trabalho remoto.

TST suspende demissões na Dataprev enquanto durar crise da Covid-19

Trabalhadores alegaram que os prazos acordados no fim da greve não terão como ser integralmente cumpridos diante da situação emergencial com a epidemia do coronavírus. 

TST: Teletrabalho tem de respeitar os contratos vigentes

Corte aponta, no entanto, que em situações emergenciais, como a atual crise da Covid-19, a adoção da jornada online temporária prescinde formalização, mas deve respeitar leis trabalhistas. 

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site