Convergência Digital - Home

Disseminação de serviços em nuvem puxa investimentos globais em TI

Convergência Digital
Convergência Digital - 25/10/2019

Os gastos totais com TI em 2019 vão bater em US$ 3,7 trilhões – cerca de R$ 15 trilhões – o que representa uma alta de 0,4% em relação sobre 2018, segundo projeções da consultoria Gartner. O movimento deve ser mais forte em 2020, quando as estimativas apontam para crescimento de 3,7%. 

Segundo analisa a consultoria, os investimentos para atender exigências regulatórias estão na prioridade das empresas. A começar por segurança. Os gastos cresceram 10,5% até aqui em 2019, sendo que os aportes para garantir segurança em ambientes de computação em nuvem devem crescer 31,2% ao longo dos próximos cinco anos. 

Segundo a Gartner, investimentos nessa área envolvem não apenas a segurança contra ataques, mas para garantir compliance com tarifas e políticas comerciais, direitos de propriedade intelectual e as cada vez mais comuns regras de proteção à privacidade. 

E de fato as estimativas indicam que os gastos com TI são puxados pela disseminação de serviços em nuvem. Por enquanto, os EUA não apenas lideram a adoção de cloud computing como concentram metade dos gastos globais com nuvem. Mas há um movimento mundial de adesão a esse tipo de tecnologia, o que está direcionando os investimentos com TI, segundo a Gartner. 


Destaques
Destaques

IDC: mercado de nuvem pública vai chegar a R$ 15 bilhões em 2020

Mercado de TI brasileiro vai crescer 5,8% impulsioando pelos negócios de clóud computing e pela aceleração do mercado de software. Nuvem privada tem a preferência das grandes empresas e fica com até 25% do orçamento destinado à TI.

BRK Ambiental, CTG Brasil e Via Varejo aderem à nuvem na jornada digital

Empresas implementaram a plataforma SAP S/4HANA para sustentar a estrastégia digital. Os negócios de cloud tiveram forte impacto na receita da SAP Brasil.



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Segurança em nuvem na era da LGPD

Por Raul Leite*

Quando falamos de proteção da nuvem, as organizações devem ter em mente uma série de estratégias. A começar pela escolha minuciosa do provedor de serviços, que precisa estar preparado para os novos compromissos de privacidade. Também é necessário certificar se o armazenamento dos dados é feito de modo criptografado quando necessário pelo nível de sigilo da categorização de um dado.


Desafios às empresas: Contêineres, Orquestração e Microsserviços

Por Lenildo Morais*

Com o padrão “multi-edge edge computing”, o tráfego e os serviços de TI mudam de uma nuvem centralizada para micro-nuvens espalhadas o mais próximo possível dos usuários. As operadoras terão que oferecer serviços sob demanda, e mesmo em tempo real, para atender a todos os tipos de aplicativos.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site