Home - Convergência Digital

Ericsson: Brasil vai pagar caro se adiar o leilão do 5G

Convergência Digital - Carreira
Ana Paula Lobo e Fábio dos Santos - 05/11/2019

O 5G, na sua fase inicial, será B2B, mesmo que as aplicações para os consumidores, especialmente, as voltadas para realidade virtual e aumentada, para games e vídeos ganhem impacto em países como a Coreia do Sul. "O potencial do 5G será transformador para as indústrias. Haverá novas entidades participando do ecossistema", afirma o vice-presidente de Redes da Ericsson, Marcos Scheffer.

Em entrevista à CDTV, do portal Convergência Digital, durante o Futurecom 2019, realizado de 28 a 31 de outubro, em São Paulo, Scheffer se posicionou de forma contrária ao possível adiamento do leilão 5G para o final de 2020 ou mesmo para o começo de 2021. Estudo da Ericsson mostra que, a cada ano de atraso com o 5G, um país tem um prejuízo de R$ 25 bilhões.

"Um país sem 5G vai ser um país sem competitividade e sem força para atrair investimentos. Quem não tiver 5G estará fora do jogo. Não tem que postergar o leilão no Brasil. Ele será positivo para operadoras, fornecedores, consumidores e para o governo", assinalou. Assista à entrevista com o vice-presidente da Ericsson, Marcos Scheffer.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

22/11/2019
Algar Telecom: teste real comprova a transformação feita pelo 5G

19/11/2019
Americanet define 5G como estratégico no seu negócio

18/11/2019
5G: Com testes favoráveis a filtros, teles rejeitam banda Ku como saída para 3,5 GHz

14/11/2019
Aloo Telecom: Brasil precisa de um cadastro único de redes de fibra ótica

13/11/2019
Ufinet, da Enel, entra no mercado de rede neutra no Brasil

13/11/2019
Falta um orquestrador para resolver o conflito do uso dos postes

12/11/2019
Datora se prepara para participar do leilão 5G

12/11/2019
Leilão 5G terá mínimo de 50 MHz para cada licitante

11/11/2019
5G exige políticas públicas e apoio do Governo

11/11/2019
SAP Brasil: quem tem de cuidar dos dados são as empresas

Destaques
Destaques

Redes privadas no 5G impulsionam o crescimento econômico do País

“Nas quatro verticais indicadas pelo governo as redes privadas podem ter impacto forte. Por isso a abertura regulatória é muito importante”, defende a gerente da Qualcomm, Milene Pereira. 

5G já trouxe aumento de receitas para as operadoras

“Na Coreia, são 3,5 milhões de clientes em seis meses, 1 milhão com serviços de valor adicionado. Em apenas um trimestre as operadoras aumentaram as receitas em 2%”, afirma o diretor de soluções da Huawei, Carlos Roseiro. 

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Carro autônomo: decisões baseadas em dados vão evitar acidentes?

Por Rogério Borili *

O grande debate é que a inteligência dos robôs precisa ser programada e, embora tecnologias como o machine learning permitam o aprendizado, é preciso que um fato ocorra para que a máquina armazene aquela informação daquela maneira, ou seja, primeiro se paga o preço e depois gerencia os danos.


Copyright © 2005-2019 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site