Home - Convergência Digital

Mitsubishi Electric usa indústria 4.0 para capacitar 1000 jovens em novas tecnologias

Convergência Digital - 19/11/2019

Big data, machine learning e Internet of Things (IoT). Está aí um conjunto simples de novas tecnologias que estão afetando todos os setores da economia em nível global e devem exigir mão de obra qualificada em breve. A indústria, evidentemente, não é uma exceção. Um estudo conduzido recentemente pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) mostra que “novas profissões”, como condutores de processos robotizados, devem crescer 22,4% até 2023.

Ao observar essa demanda crescente, a Mitsubishi Electric, uma das principais companhias de automação industrial do mundo, tem investido de maneira contínua em capacitação gratuita, principalmente em aprendizado à distância via webinars. As apresentações virtuais são realizadas mensalmente com média de quarenta minutos de duração e englobam temas variados, desde “indústria 4.0” até soluções bastante específicas, como “o aproveitamento de energia regenerada por motores elétricos”.

“Entendemos que essa é uma ferramenta eficaz para ajudar a elevar o nível de conhecimento dos profissionais brasileiros, aumentando suas chances de colocação profissional”, afirma Helio Sugimura, gerente de marketing da Mitsubishi Electric.

Somente no período entre 2018 e 2019, a companhia já disponibilizou 14 apresentações on-line, que já somam mais de 20 mil visualizações. A aceitação do conteúdo por parte dos “alunos” mostra que a iniciativa está no caminho correto: 96% deles avaliam a experiência como positiva (“boa” ou “muito boa”). As inscrições são realizadas gratuitamente pelo site da companhia, e há possibilidade de interagir com os apresentadores durante as sessões. Após a exibição ao vivo, o conteúdo é disponibilizado no canal do Youtube da própria companhia: MitsubishiElectric.com.br/Youtube.

Além das apresentações on-line, a Mitsubishi Electric oferece treinamentos de capacitação presenciais, na sua sede em Barueri (SP). Também de forma gratuita, as turmas aprendem de forma prática, as soluções oferecidas pela companhia, como CLPs, IHMs, robôs, inversores de frequência, software supervisórios, entre outras. Em 2018, mais de 750 pessoas foram treinadas e para este ano, a meta é chegar a 1 mil.

 “A Mitsubishi Electric procura oferecer os melhores produtos e soluções nos mercados em que atua para melhorar a produtividade dos clientes. Acreditamos que a formação de profissionais é uma das bases para conquistar esse objetivo no longo prazo”, finaliza Sugimura.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

28/09/2020
Transformação digital é mudar a mentalidade de produto para solução ao cliente

25/09/2020
Banco digital vai às compras para reforçar atuação no Brasil

21/09/2020
Kroton abre vagas em hub de transformação digital com salários de até R$ 8 mil

21/09/2020
Hospital Care vai às compras e reforça transformação digital

17/09/2020
80% das vendas corporativas serão digitais até 2025

16/09/2020
Petrobras tem a nuvem como estratégia para ser digital

10/09/2020
Digital vira vantagem competitiva para 87% das empresas no Brasil

09/09/2020
PMEs do Brasil estão longe da maturidade digital

13/08/2020
Empresa de TI busca mais de 100 profissionais para criação de banco digital

11/08/2020
Órgãos públicos estão obrigados a fazer relatórios trimestrais de transformação digital

Cientista de dados: seja investigativo, analítico e curioso

Não há um perfil delimitado para o cientista de dados, o que significa que ele pode ser um 'profissional mais rodado e experiente' ou uim jovem recém-saído das universidades. Mas há um ponto essencial: a multidisciplinaridade, aponta o professor e especialista em ciência de dados do Instituto de Gestão e Tecnologia da Informação (IGTI), João Carlos Barbosa.

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Seis dicas para formar uma equipe de trabalho resiliente

or Craig Mackereth*

Formar uma equipe ou força de trabalho resiliente não é tarefa que se execute da noite para o dia. Tampouco é possível tornar uma equipe verdadeiramente resiliente se isso ainda não estiver integrado ao DNA da empresa.

Destaques
Destaques

Um em cada cinco servidores públicos será substituído por robô no Brasil

A Escola Nacional de Administração Pública estima que, por conta da Transformação Digital, a automação deverá substituir cerca de 100 mil postos de trabalho no Serviço Público Federal nos próximos cinco a 10 anos, sendo que a metade deles terá menos de 50 anos.

Acordo trabalhista em Goiás será pago em Bitcoins

Em conciliação realizada pelo TRT de Goiás, empresa de mineração aceitou o pagamento no valor de R$350 mil convertidos na moeda eletrônica. 

Teletrabalho: Novo PL quer acordo prévio para custos com Internet e PCs

Iniciativa também não permite que o tempo de uso dos aplicativos, como o WhatsApp, fora da jornada normal, seja um regime de prontidão. Projeto tem regras distintas da IN 65 do Governo Bolsonaro para os servidores públicos.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site