TELECOM

Anatel: risco financeiro da Oi no curto prazo está descartado

Ana Paula Lobo ... 11/02/2020 ... Convergência Digital

A Anatel não está mais fazendo um acompanhamento especial da situação financeira da Oi. Em comunicado ao mercado, encaminhado nesta segunda-feira, 10/02, a Oi informa que a decisão foi tomada pela agência reguladora porque não há mais risco de liquidez no curto prazo da Oi e das suas controladas em função dos recentes anúncios feitos pela operadora da venda da Unitel por mais de R$ 4 bilhões e da venda de títulos na ordem de R$ 2,5 bilhões.

A decisão foi tomada na semana passada e comunicada à Oi. A decisão significa que a agência reguladora - que desde maio do ano passado fazia um controle direto da situação financeira da tele - não participará mais das reuniões do conselho de administração, dos comitês de plano de recuperação judicial, de auditoria, entre outros. Também não há mais necessidade de as nomeações da Oi passarem pelo crivo da Anatel.

“Foram revogadas as obrigações cautelares anteriormente imputadas às Empresas Oi e listadas no referido Acórdão, voltando as Empresas Oi a submeter-se ao regime tradicional de acompanhamento imposto pela Anatel às demais concessionárias de serviços de telecomunicações”, explica a operadora em comunicado enviado à CVM. Leia a íntegra do comunicado ao mercado feito pela Oi.


Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições

Oi libera franquia de dados para PME usar a plataforma Microsoft Teams

Empresa também disponibilizará, a partir do dia 10 de abril,  de forma gratuita, o serviço “Siga-me” para os telefones fixos dos seus clientes nas seguintes UFs: DF, GO, PR, SC e RS. No final do mês de abril, o serviço estará disponível para todo o país.

Claro defende troca de streaming por TV e aumenta prazo para inadimplentes

Em carta enviada à Anatel, operadora também promete parcelar dívidas e não cortar o serviço até 10 dias após o vencimento da faturas. Pequenas empresas em dificuldade poderão renegociar caso a caso. 

Oi terá 25 fazendas de energia renovável ainda em 2020

Tele ativou a primeira fazenda de energia solar em Francisco Sá (MG), com capacidade de gerar 350 mil kW/h por mês.

Telefônica/Vivo cede dados de assinantes ao Governo de São Paulo

Dados anônimos servem para identificar se as regras de isolamento social por conta do Coronavírus estão sendo cumpridas.




  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G