Convergência Digital - Home

Google Cloud libera acesso a recursos na nuvem por conta do COVID-19

Convergência Digital
Da redação - 04/03/2020

A Google Cloud, por conta da disseminação do COVID-19, que já provocou o cancelamento de vários grandes eventos no mundo e coloca em risco a realização das Olimpíadas 2020, no Japão, anuncia que os recursos avançados de videoconferência do Hangouts Meet estão com o acesso ampliado até o dia 1º de julho, para todos os clientes do G Suite Empresarial,  incluindo G Suite for Education, em todo o mundo.

A iniciativa, explica a Google, é uma resolução em apoio aos seus usuários, à medida em que aumenta mundo afora a quantidade de funcionários, educadores e alunos que estão trabalhando remotamente por conta da disseminação do vírus no mundo.

A proposta é permtir que os usuários da comunidade G Suite se mantenham conectados, e surgiu para ajudar em casos, como por exemplo, no Vietnã e Hong Kong, onde as escolas foram fechadas e, agora, professores e alunos, podem continuar as atividades de aprendizado via videoconferência, de forma global. As ferramentas temporárias que os usuários têm disponíveis estão:
 
Organização de grandes reuniões on-line, com até 250 participantes por chamada;
Transmissão ao vivo para uma audiência de até 100 mil espectadores, usando um mesmo domínio; e
Possibilidades da gravação e armazenamento dessas reuniões no Google Drive

Segundo Javier Soltero, general manager e VP do G Suite, a empresa está comprometida em expandir a infraestrutura interna para suportar uma demanda maior da ferramenta Hangouts Meet. "Vamos garantir o acesso otimizado e confiável ao serviço durante esse período. Já estamos notificando nossos usuários e parceiros sobre a disponibilização dessas soluções", afirma o executivo.

Para acionar os recursos, é necessário que os usuários façam as alterações nas configurações para administradores do G Suite. Após o período de viabilização das ferramentas, os serviços voltaram a normalidade.


Destaques
Destaques

Brasil investe menos que o mundo em proteção de dados na nuvem

No País, 56% das empresas alocaram verba em novas soluções para lidar com a proteção de dados em nuvem nos próximos 12 meses. No mundo, esse percentual está em 70%.

Prefeitura do Rio e TIM fecham parceria por big data no combate ao Covid-19

Informações coletadas vão auxiliar no controle do vírus, já que permitem implantar medidas que facilitem a tomada de decisões. Plataforma já foi utilizada na Copa do Mundo de 2014 e usa apenas dados anonimizados.



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Como gerenciar o caos da estratégia multicloud

Por Ivan Marzariolli*

Os gestores precisam de uma solução para atenuar os riscos de uma arquitetura multicloud e desafios operacionais, o que pode inclusive melhorar o compliance, a precisão e as necessidades de DevOps e SecOps, reduzindo o estresse na equipe de TI.

Segurança em nuvem na era da LGPD

Por Raul Leite*

Quando falamos de proteção da nuvem, as organizações devem ter em mente uma série de estratégias. A começar pela escolha minuciosa do provedor de serviços, que precisa estar preparado para os novos compromissos de privacidade. Também é necessário certificar se o armazenamento dos dados é feito de modo criptografado quando necessário pelo nível de sigilo da categorização de um dado.



Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site