Home - Convergência Digital

TIM fecha contrato de RAN para os próximos três anos

Convergência Digital* - 21/07/2020

Nas primeiras três cidades em que vai lançar sua rede 5G usando compartilhamento de espectro com 4G (DSS) em setembro, Bento Gonçalves (RS), Itajubá (MG) e Três Lagoas (MS) - como foi anunciado na convenção online da TIM pelo CEO Pietro Labriola- a operadora fará uma prova de conceito com um serviço de banda larga fixa sem fio (FWA, na sigla em inglês). A TIM usa os espectros de 700 MHz, 850 MHz, 900 MHz, 1,8 GHz, , 2,1 GHz e 2,5 GHz para a oferta de serviços 2G, 3G e 4G.

Será um serviço "zero touch, self-provisioning e self-caring", revelou o diretor de engenharia da TIM Brasil, Marco di Costanzo, de acordo com reportagem do site Teletime. Em outras palavras, será uma experiência "self-service", em que o próprio cliente compra o roteador (CPE) 5G e instala na sua casa, sem necessidade da visita de um técnico. Di Costanzo participou de painel sobre 5G e Wi-Fi 6 na edição digital do seminário Fórum de Operadoras Inovadoras, promovido nesta terça-feira, 21, por TELETIME e Mobile Time.

Costanzo também pontuou que a TIM "acabou de assinar um grande contrato de fornecimento de tecnologia RAN [de acesso] para os próximos três anos". Sem revelar quais são os fornecedores, o executivo afirmou que os equipamentos recebidos serão todos "5G ready", ou seja, prontos para a quinta geração, bastando atualização de software.

Fonte: site Teletime

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

21/09/2020
TIM avança na base da Claro e da Vivo em São Paulo

21/09/2020
Comissão Europeia pede ações urgentes para ter 5G o quanto antes

17/09/2020
Telcomp vai ao STF contra leis que impedem antenas a 50 metros de residências em São Paulo

16/09/2020
Vale vai investir em laboratório 5G

15/09/2020
5G vai atrasar se teles tiverem que pagar limpeza da Banda C

10/09/2020
Minicom: Governo Bolsonaro não vai intervir na venda dos ativos da Oi

10/09/2020
5G avança sobre espectro não licenciado

10/09/2020
Brasil: No 5G, não feche as portas à China e aos EUA

08/09/2020
Qualcomm: 5G vai mudar o uso da computação em nuvem

08/09/2020
5G precisa garantir segurança jurídica aos investimentos, diz Minicom

Destaques
Destaques

Claro: Sem antenas, São Paulo fica fora do 5G

CEO da Claro, Paulo Cesar Teixeira, criticou a miopia de executivos que ainda insistem em colocar restrições à implantação de antenas, como acontece na cidade de São Paulo. "5G é a grande plataforma para permitir um salto econômico mais vigoroso", advertiu.

Covid-19 não é desculpa e Brasil perde dinheiro e status ao atrasar o 5G

O mundo não vai esperar o Brasil resolver seus problemas e o 5G está acontecendo, advertiu o consultor sênior da Omdia, Ari Lopes. Governo terá de decidir se busca investimentos de longo prazo ou de curto prazo. Omdia prevê um impacto de US$ 1,1 trilhão no Brasil de 2021 a 2025.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Internet 5G traz disrupção para Telecomunicações até no modelo de negócio

Por Eduardo Grizendi*

Na RNP, estabelecemos um objetivo estratégico ambicioso – o de prover uma ciberinfraestrutura, segura, de alto desempenho e disponibilidade e, ao mesmo tempo, ubíqua, onipresente, em qualquer lugar e a qualquer hora, para nossas comunidades de educação, pesquisa e inovação.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site