Convergência Digital - Home

Etice usa Oracle para ser o maior broker de nuvem para setor público

Convergência Digital
Luís Osvaldo Grossmann - 12/08/2020

Nascida com a implantação de uma rede de fibra óptica em todos os municípios do estado, a empresa de tecnologia de informação do Ceará, a Etice, se transformou em uma empresa integradora para oferta de soluções de tecnologia, a começar pela computação em nuvem, com infraestrutura baseada em Oracle. E segundo seu presidente, Adalberto Pessoa, já é a maior do país. 

“A Etice é hoje um marketplace de soluções ao setor público. Usamos a Lei 13.303/16 [Lei das Estatais] para estabelecer parcerias e o setor público nos contrata como broker, como integrador dos serviços. Temos hoje em recursos disponíveis para o setor público contratar mais de R$ 500 milhões. Somos o principal broker para setor público do Brasil”, afirmou Pessoa durante o Oracle Transformation Day sobre setor público realizado nesta terça, 11/8. “Temos um modelo jurídico que permite oferecer serviço a qualquer lugar do Brasil.”

Do lado da infraestrutura, a rede contempla mais de 8 mil km de fibra óptica e alcança os 184 municípios cearenses, conectando mais de 3,5 mil unidades administrativas. Com posição geográfica privilegiada, Fortaleza se tornou um hub global com 14 cabos submarinos conectando o Brasil à África, Europa, América Central, e à costa leste norte americana. Outros quatro cabos estão na fila. Sobre tudo isso, a empresa migrou para a nuvem para oferecer a camada de serviços. 

“A decisão estratégia de migrar para a nuvem foi muito importante. Hoje praticamente toda as secretarias ou já estão em nuvem pública ou privada, a maioria pública, ou estão em processo de migração. Isso é fundamental em uma estratégia de transformação digital no médio e longo prazo. Com essa infraestrutura em nuvem substituindo os antigos datacenters, conseguimos ter uma capacidade de renovação do Estado. Em nuvem podemos modificar as características para tender a constante chegada de novas tecnologias e arquiteturas. Temos que buscar uma infraestrutura capaz de dar flexibilidade e elasticidade na oferta de serviços digitais.Assistam a participação de Adalberto Pessoa no Oracle Transformation Day.


Ministério da Justiça escolheu nuvem da Oracle para atender ao consumidor

"A nuvem nos abre um novo catálogo de possibilidades para serviços", afirma o coordenador geral de infraestrutura e serviços do Ministério da Justiça, Leonardo Greco. Serviço consumidor.gov.br migrou para a Oracle no final de maio.

Icatu Seguros: mudar atendimento ao cliente para a nuvem foi decisão irreversível

Seguradora contratou a CXone, da NICE, para migrar, em tempo recorde, os seus funcionários para o trabalho remoto. "Tínhamos de não perder a qualidade e a eficiência e adaptar o serviço ao dia a dia das casas dos colaboradores", conta o diretor de Marketing e canais, Rafael Caetano.

Startup cria time de cientistas de dados para avançar nos negócios

Com sede nos EUA, a Fligoo atua nos segmentos de finanças, educação e saúde, e sabe da relevância de ter profissionais capacitados para lidar com os dados. "Prepare-se o tempo todo. Estude. Não espere a necessidade chegar", aconselha Leandro Ferrado.

Destaques
Destaques

Quase metade das empresas vai investir em edge computing na América Latina

Pesquisa da IDC Brasil, realizada para a Oi Soluções, revela ainda que 66% das empresas deverão ativar digitalmente seus modelos operacionais e terão o trabalho remoto incluído de forma permanente em suas políticas de recursos humanos.

Eletrobras contrata Analytics para acelerar jornada digital

Estatal, responsável por 1/3 da capacidade elétrica do Brasil, quer usar os dados para manter as melhores práticas de governança e investir em IoT, chatbots e robôs.



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Como controlar os gastos em nuvem pública?

Por Srinivasa Raghavan*

Se as empresas obtiverem melhor visibilidade do custo de cada serviço em nuvem que utilizam, poderão encontrar o equilíbrio certo entre eles, reduzir as despesas operacionais e obter o melhor valor possível da nuvem.

O caminho da cibersegurança passa pela nuvem

Por Felipe Canale*

Com organizações cada vez mais distribuídas, manter dispositivos em todos os locais ou usar produtos diferentes para trabalhadores remotos cria inúmeras brechas de segurança, além de custar muito e sobrecarregar os recursos de TI.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site