NEGÓCIOS

Banco Central: Operações no PIX serão gratuitas para pessoas físicas

Convergência Digital ... 20/08/2020 ... Convergência Digital

O Banco Central reafirmou nesta quinta-feira, 20/08, a gratuidade para pagamento feitos por pessoas físicas por meio do Pix, sua plataforma de pagamentos instantâneos que entrará em operação em novembro, com o diretor de Organização do Sistema Financeiro da autarquia, João Manoel de Mello, negando tratar-se de um tabelamento. “Isso não significa, de modo algum, eu não posso enfatizar mais fortemente isso, que há movimento de tabelamento por parte do Banco Central”, defendeu ele, ao participar da abertura do Fórum Pix, promovido pelo BC.

“O que existe na verdade é uma necessidade de regulação de tarifas de meios de pagamento que dê tratamento semelhante a meios de pagamento semelhantes, que já contam com gratuidade.” Mello defendeu que a rentabilização do Pix deve ser encarada sob ótica mais ampla. “Há diversos outros pontos do ecossistema abertos a todos os provedores de serviços de pagamento com capacidade de remuneração. Um normativo específico irá detalhar as possibilidades de tarifação do Pix”, acrescentou ele, sem dar prazos.

O diretor do BC reconheceu que o tema não foi especificado no regulamento já publicado do Pix e disse que isso tem causado uma “certa ansiedade nos agentes de mercado”. Vale lembrar que operações como DOC e TED têm cobrança individual nos bancos tradicionais e um custo variando entre R$ 10,00 a R$ 22,00 nos bancos tradicionais como Itaú, Caixa, Santander e Bradesco. Já os bancos digitais, como o Nubank não fazem esse tipo de cobrança dos seus correntistas. Com o PIX será gratuito, como diz o BC para pessoas físicas, a tendência é de uma forte migração do correntista para esse tipo de operação e o abandono dos DOCs e TEDs.

Mello repetiu que está em conversas avançadas para assinatura de outros acordos com entes do governo para permissão de pagamentos por meio do Pix, após já ter fechado entendimento com o Tesouro e com a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) nesse sentido. O acordo de cooperação técnica com a Aneel vai disponibilizar a quitação das contas de luz pelo Pix.

Mello adiciona que a possibilidade do pagamento de faturas de serviços básicos por meio do ecossistema é essencial para que os brasileiros o conheçam e tenham acesso aos seus benefícios.O pagamento instantâneo funcionará 24 horas por dia, todos os dias do ano, a um custo operacional significativamente mais baixo que o de modalidades já consolidadas no mercado, como transferências do tipo TED ou DOC e pagamentos por cartões de crédito e débito.

Segundo o BC, o custo do Pix é de 1 centavo para 10 transações. A plataforma começará a funcionar em 16 de novembro. O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, classificou o Pix como a semente de várias iniciativas que estão sendo plantadas no âmbito da democratização digital, complementando que ele irá reformular a intermediação financeira no país.


Cloud Computing
Por dados sensíveis, CADE ativa sala segura que custou quase R$ 4 milhões

Órgão antitruste diz que com a vigência da LGPD, a sala segura se torna ainda mais relevante para a guarda e armazenamento de informações sensíveis. A responsável pelo serviço é a ACECO TI, controlada pela Green4F no período de 20 de dezembro de 2019 a 20 de dezembro de 2020.

Desafio nacional: identificar os dados efetivamente valiosos ao negócio

Pesquisa da IDC mostra que quase a metade companhias pesquisadas no Brasil admitiu ter dificuldade para encontrar talentos e recursos responsáveis pelas análises das informações.

Fintechs mostram sua força no cadastramento para o PIX

Banco Central revela que Nubank, Mercado Pago e PagSeguro foram as instituições com mais cadastros de chaves de identificação para o uso do pagamento instantâneo, a partir de 16 de novembro. Em nove dias, o Banco Central contabiliza 33,7 milhões de cadastramentos.

STJ: Uso de criptomoedas para lavar dinheiro é crime de competência estadual

Criptomoedas não são caracterizadas pelo Banco Central como moeda tampouco são consideradas valor mobiliário pela Comissão de Valores Mobiliários, portanto, o ministro Felix Fischer, do STJ, entendeu que não cabe à justiça federal julgar crimes envolvendo o ativo.

ABES: desoneração da folha é vital para manter empregos em software e serviços

O Brasil cresceu 10,5% em TI em 2019, e deverá, apesar da Covid-19 e da crise econômica, registrar um crescimento de 4% em 2020, afirmou o vice-presidente do Conselho Deliberativo da Associação Brasileira das Empresas de Software, Jorge Sukarie.

Transformação digital é mudar a mentalidade de produto para solução ao cliente

"Não precisamos da furadeira, mas, sim, do buraco na parede", exemplificou Thales Teixeira, fundador da decouping.co, ao revelar o impacto da jornada digital. Para Teixeira, a inovação está no modelo de negócios. "A tecnologia é só um motor", pontuou.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G