Home - Convergência Digital

Para TIM, migração para banda Ku vai atrasar ainda mais 5G

Luís Osvaldo Grossmann - 29/09/2020

No coro das operadoras móveis que atuam no Brasil, o presidente da TIM, Pietro Labriola, disparou nesta terça, 29/9, que o leilão do 5G deve optar pela mitigação de interferências que o uso da faixa de 3,5 GHz provoca em antenas parabólicas. Para ele, a alternativa de migrar essa recepção para a Banda Ku, acima de 10 GHz, implica em demora na implantação da nova onda tecnológica porque a faixa ficará sem uso até que essa operação seja concluída. 

“Ouvimos falar em Banda C, Banca Ku, mitigação ou migração. Temos grandes profissionais na Anatel e nas empresas que estão debatendo esse assunto e acho que vão encontrar uma solução. Minha abordagem é mais pragmática. Não podemos leiloar uma frequência que ficará ociosa. Temos que recuperar o atraso no 5G. Então a solução melhor pode ser a mitigação, porque permite ter mais rapidamente possível a disponibilidade da frequência para começarmos a construir esse novo serviço”, afirmou Labriola ao participar do Painel Telebrasil 2020. 

Ele também aproveitou para reforçar os apelos por um leilão não arrecadatório. “Esse é o primeiro desafio. Não digo nada diferente do que temos falado nas ultimas semanas. E o que me deixa com grande satisfação é que os representantes do Ministério e da Anatel estão com o mesmo pensamento.

Para o executivo, o leilão “não deve ser arrecadatório porque é difícil hoje projetar qual será a receita com 5G, diferentemente do que aconteceu no 3G e no 4G. Temos dificuldade de projetar o fluxo de caixa nos próximos anos porque o 5G vai ser uma plataforma que vai habilitar um novo modelo de negocio, o B2B2C.” 

“Hoje o modelo é mais B2C, no qual nós vendemos para cliente final com o 5G, vai ser B2B2C, em que o segundo B são setores muito importantes, como saúde, segurança, transporte. Um leilão não arrecadatório vai garantir investimento em infraestrutura para habilitar serviços a toda essas indústrias”, completou. 

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

20/10/2020
EUA pressionam Brasil a banir Huawei em troca de financiamento para 5G

19/10/2020
NASA leva 4G e projeta 5G na Lua

15/10/2020
5G: Teles insistem em filtro nas parabólicas e rejeitam migração da TV

14/10/2020
Curso online gratuito da Huawei sobre 5G é agendado para 15 de outubro

14/10/2020
Sem antenas, Belo Horizonte pode ficar sem 5G

09/10/2020
TIM e TIP, liderado pelo Facebook, criam ambientes de testes OpenRAN na Inatel

08/10/2020
TIM: Carteira digital têm de ser oferta única entre operadoras de telecom

08/10/2020
TIM: 5G do marketing chega logo, 5G de verdade, só depois do leilão

07/10/2020
Oi segrega frequência do 3G para entrar na disputa do 5G

05/10/2020
Área técnica da Anatel prevê cinco blocos de 80 MHz para leilão 5G

Destaques
Destaques

Conexão no campo pode render até R$ 50 bilhões em dois anos

Estudo do Ministério da Agricultura e Pecuária (MAPA) revela que, hoje, faltam quase 15 mil antenas e torres para ofertar o serviço necessário para a digitalização do agronegócio. Os números foram revelados no Painel Telebrasil 2020.

Vitor Menezes, Minicom: Vamos brigar por um leilão 5G não arrecadatório

O Ministério das Comunicações sinalizou às operadoras que trabalha para convencer os colegas de Esplanada a concentrar os valores envolvidos no leilão do 5G em compromissos de cobertura, minimizando o preço a ser pago ao Estado, afirmou o secretário de Telecomunicações, Vitor Menezes, ao participar do Painel Telebrasil 2020.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Internet 5G traz disrupção para Telecomunicações até no modelo de negócio

Por Eduardo Grizendi*

Na RNP, estabelecemos um objetivo estratégico ambicioso – o de prover uma ciberinfraestrutura, segura, de alto desempenho e disponibilidade e, ao mesmo tempo, ubíqua, onipresente, em qualquer lugar e a qualquer hora, para nossas comunidades de educação, pesquisa e inovação.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site