GOVERNO

Big data entra na rotina da TI do Banco Central

Ana Paula Lobo e Pedro Costa ... 29/04/2016 ... Convergência Digital

Seminário Brasscom - Cobertura EspecialCom quase 30 anos de experiência na coleta de dados financeiros, o Banco Central do Brasil já oferece ferramentas diretamente saídas do ‘big data’, ou o volume grande de dados, como prefere o chefe do departamento de TI do BC, Marcelo Yared.

“Fizemos com que o cidadão possa se pré-cadastrar no site do Banco Central e fornecemos uma chave de controle que ele vai usar no seu próprio home banking. Faz um cadastro, no tablet, em casa, e não precisa mais juntar papel. De maneira simples e barata permito que esse cidadão tenha informações que o interessam”, revelou o chefe da TI do Banco Central, que participou do Seminário Políticas Públicas & Negócios, realizado pela Brasscom, em Brasília. Assistam.


Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições

Entidades de TI se mobilizam contra aumento de imposto para serviços

Proposta da Reforma Tributária, em discussão no governo, poderá causar um incremento de 11 pontos percentuais na tributação dos serviços, reclamam a Fenainfo e a Feninfra.

Congresso debate impacto das TICs no futuro do Brasil

Câmara e Senado vão promover um fórum para discutir temas como inteligência artificial, propriedades de dados pessoas, cidades inteligentes e internet das coisas. "Os dados pessoais serão o ativo mais importante de um País", afirmou o presidente da Câmara, Rodrigo Maia.

Privatização da Telebras e perda da soberania antagoniza deputados e Governo

Enquanto representantes do governo Bolsonaro afirmam que 'é cedo' para discutir o impacto real da possível venda da estatal, parlamentares da CCTI da Câmara, entre eles, o deputado Luis Miranda, do DEM/DF, criticam a decisão por interferir em dados sensíveis ao Estado.

Zona Franca reivindica prazo máximo de 180 dias para a concessão de PPB

O prazo de concessão do benefício fiscal tem sido, em média, de dois anos, conforme dados apurados junto à Suframa. Situação da Zona Franca ganha contornos estratégicos com o prazo apertado para fazer a revisão obrigatória da Lei de Informática.



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G