INOVAÇÃO

Governo assume que a Lei do Bem falhou no fomento à inovação

Luís Osvaldo Grossmann e Pedro Costa ... 16/03/2017 ... Convergência Digital

A Lei do Bem não atendeu seus objetivos e não ajudou o Brasil a ser mais inovador. Com essa leitura, o governo federal quer modificar a Lei 11/196/05 e espera propostas em dois meses. Nesse movimento, vai aproveitar para fazer o mesmo sobre o Código Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação. 

“Esse diagnóstico surgiu a partir de discussões dentro do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social. Os conselheiros entenderam que um dos entraves com relação à produtividade e competitividade era como o país pode inovar e qual seria o papel do Estado para estimular essa inovação, particularmente uma revisão com relação à Lei do Bem e com relação ao Código de Tecnologia”, diz a secretária do CDES, Patrícia Audi. 

Como avaliou ao participar do 2º Seminário Brasscom Políticas Públicas & Negócios, o desempenho pouco favorável pode ser visto na forte queda do Brasil no ranking global elaborado pelo Fórum Econômico Mundial sobre o grau de competitividade das nações. 

“Caímos de 40º em 2012 para 81º no indicador de competitividade e quando se debruça sobre esse indicador o que mais puxou para baixo foi piora na capacidade de inovação. O presidente determinou aos ministros responsáveis que em 60 dias essas revisões possam ser feitas e apresentadas até 7 de maio.”

As mudanças são necessárias, sustentou, pelo entendimento de que a legislação não trouxe os resultados esperados. “Embora tenha sido criada a Lei do Bem, ela não significou uma melhoria na inovação. O país inovou, mas não com relação à lei. Então vamos tentar fazer ajustes de forma que a inovação esteja caracterizada e que realmente ela possa estar estimulando essa inovação.” Assistam a entrevista com Patricia Audi.


TICs em Foco - TRANSFORMAÇÃO DIGITAL
Prever. Prevenir. Detectar e Responder

Essas são a exigência da remodelagem da gestão de riscos e da segurança organizacional nas corporações.

Finep e EMBRAPII se unem para financiar projetos de inovação

A ideia é criar um fast track para otimizar a atuação das duas instituições por meio da troca de informações sobre suas carteiras de clientes, facilitando o acesso aos recursos técnicos e financeiros oferecidos.

EDP busca startups no setor elétrico

Free Electrons Global Accelerator - evento criado pela empresa que atua em todos os segmentos da cadeia elétrica - vai levar empreendedores para o Vale do Silício, Austrália e Berlin.

Algar Tech cria a Duda, sua plataforma de Inteligência Artificial

Plataforma está sendo usasda em atendimento via apps de mensageria no processo de renegociação de dívidas, que passou a ser 100% sem interferência humana.

Inovação que dá certo é a que une a grande empresa à startup

A burocracia é um grande entrave à inovação, mas o ponto mais crítico é a falta de interação entre o mercado e as boas ideias das startups, observam Rafael Duton e Alexandre Castro, do Oito, da Oi.

Oi investe em startups para ter 'inovação correndo nas veias'

Empresa ativou o Oito, hub de empreendedorismo e inovação no Rio de Janeiro.



  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G