Home - Convergência Digital

Cientista de dados pode ganhar até R$ 45 mil numa grande empresa no Brasil

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital* - 09/06/2017

A instabilidade econômica afetou em cheio o bolso dos executivos. É o que revela recente o levantamento realizado pela Michael Page, uma das maiores empresas globais de recrutamento especializado de profissionais de média e alta gerência, que faz parte do PageGroup. De acordo com o Estudo de Remuneração 2017 da companhia, oito em cada dez cargos analisados apresentaram remuneração estável ou em queda em relação ao mesmo estudo feito em 2015.

“O cenário para o executivo de média e alta gerência é um pouco diferente daquele verificado há dois anos, quando os funcionários ainda conseguiam negociar melhores ganhos. Com a crise, as empresas foram afetadas e muita gente acabou perdendo emprego. Para se recolocar, estão tendo que negociar mais e, em muitos casos, com salários 10 a 20% inferiores à última ocupação. Quem ficou, não está conseguindo ter ganhos reais”, revela Ricardo Basaglia, diretor executivo da Michael Page.

Mesmo com a grande procura, a área de TI também sofreu o impacto. Segundo o levantamento, a área de tecnologia é cada vez mais estratégica, além de ser muito importante como suporte. Com isso, os profissionais precisam se qualificar e atualizar em cursos como pós-graduações, MBA e outros que lhes concedam uma visão estratégica dentro de sua empresa.

Como em todas as áreas, existem tendências de posições que tiveram incremento salarial devido à demanda atual, como segurança da informação e inteligência de mercado, além das posições de especialistas em desenvolvimento web (IOS, Android) e algumas linguagens (Java, .Net e outras).Porém, o que diferencia os profissionais é o tempo de experiência, construção de cases de sucesso, idiomas e cursos complementares.

Quem também está em alta considerável é o chamado cientista de dados, a partir das estratégias digitais das grandes empresas. Um salário desse especialista pode chegar a R$ 45 mil numa companhia de grande porte, mas esse também é um profissional escasso em TI.

“As principais dicas e informações para profissionais que buscam desenvolver suas carreiras são desenvolver idiomas, incluir cursos que proporcionem uma visão mais estratégica em relação a tecnologia, proatividade em gerar cases de sucesso e resiliência para entender cenários negativos, alta capacidade de trabalhar em equipe e/ou gerir pessoas, auxiliar no desenvolvimento/coaching da área dividindo conhecimento, habilidade de comunicação didática para ser um business partner junto às outras áreas, conhecimento de metodologias com SCRUM / AGILE e principalmente não terceirizar seu desenvolvimento, mas sim procurar sempre estar à frente se capacitando e se desenvolvendo”, relata Basaglia.

De acordo com a Michel Page, a remuneração média de um gerente de vendas de software em empresa de grande porte passou de R$ 16 mil para R$ 20 mil. Um country manager de hardware de empresa de grande porte viu seus rendimentos médios saírem de R$ 32,5 mil para R$ 27,5 mil.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

18/04/2018
Plataforma gamificada e gratuita da Salesforce treinou 2,5 milhões de pessoas

18/04/2018
Desenvolvedores de sistemas podem ir para o MEI

16/04/2018
Aberta a temporada de estágios em TI

12/04/2018
Verity Group abre 60 vagas na área de TI

09/04/2018
Pegou na mentira? Dançou a vaga de emprego...

06/04/2018
Empresa de ERP abre 70 vagas

05/04/2018
Para a OCDE, automação e robôs vão 'roubar' menos empregos do que o estimado

02/04/2018
Brasileiro maquia e mente no currículo de emprego

27/03/2018
Indústria eletroeletrônica abriu 4 mil novas vagas no primeiro bimestre

26/03/2018
Empresa de TI busca especialistas para projetos de Transformação Digital

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Quatro lições para dar coragem e autonomia às pessoas

Por Amanda Matos Cavalcante*

As pessoas são os principais e mais importantes ativos de uma corporação.

Destaques
Destaques

Lei Trabalhista: TST decide que demissão só pode ser homologada no sindicato

Tema é controverso, mas o ministro Alexandre Agra Belmonte decidiu em setença que "se o empregado tiver mais de um ano de serviço, o pedido de demissão somente terá validade se assistido pelo seu sindicato".

Os 10 cargos em alta na TI para 2018

Conhecimento técnico não é mais o diferencial. Habilidades no relacionamento e de liderança estão pesando muito na hora da contratação.

Área de TI volta a contratar depois de dois anos de retração no Brasil

Pesquisa diz que as empresas estão retomando a contratação de profissionais seniores por conta dos projetos de IoT, Segurança da Informação e Inteligência Artificial.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site