Home - Convergência Digital

Teles e empresas de TI defendem aprovação da reforma trabalhista

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital - 14/06/2017

Entidades que representam as operadoras de telecomunicações, empresas de TI e de terceirização de instaladores voltaram a defender, em nota divulgada nesta quarta, 14/6, a aprovação do projeto de lei que altera a legislação trabalhista, já aprovado pela Câmara e que no Senado tramita como PLC 38/17. 

Segundo as entidades patronais, a aprovação em nova lei “provocará o aumento da produção, com ganhos de produtividade e aumento de investimentos na economia real”, o que trará “postos de trabalho qualificados”.

“As empresas e trabalhadores dos setores de informática e telecomunicações, por suas características de inovação e elevada atualização tecnológica, são parte de um ecossistema que precisa dessa modernização das relações do trabalho”, diz a nota, a seguir na íntegra: 

A Federação Brasileira de Telecomunicações (Febratel), a Federação Nacional das Empresas de Informática (Fenainfo) e a Federação Nacional de Instalação e Manutenção de Infraestrutura de Redes de Telecomunicações e de Informática (Feninfra) vêm a público ressaltar a importância de se aprovar no Congresso Nacional o projeto de lei da reforma trabalhista (PLC 38/17), em tramitação no Senado Federal.

As três Federações representam cerca de 80 mil empresas que empregam mais de 2 milhões de trabalhadores qualificados. São setores essenciais para a produção e distribuição da riqueza nacional na moderna economia digital, que produzem R$ 400 bilhões por ano, valor equivalente a cerca de 6,5% do PIB.

A modernização das relações de trabalho proposta no PLC 38/17 provocará o aumento da produção, com ganhos de produtividade e aumento de investimentos na economia real. Isso resultará, consequentemente, em geração de postos de trabalho qualificados e aumento da utilização de seus serviços por toda a sociedade.

As empresas e trabalhadores dos setores de informática e telecomunicações, por suas características de inovação e elevada atualização tecnológica, são parte de um ecossistema que precisa dessa modernização das relações do trabalho.

As federações - Febratel, Fenainfo e Feninfra - esperam que o projeto de lei da reforma trabalhista seja aprovado no Senado, visando à retomada do processo de desenvolvimento nacional e de modernização, essencial para acelerar a massificação do acesso a conteúdos e serviços digitais em escala global pelos brasileiros.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

07/02/2018
CCJ do Senado aprova projeto que exige consentimento para grupos em redes sociais

01/02/2018
Senador quer cadeia para ‘fake news’, mas só as divulgadas na Internet

30/01/2018
Painel Telebrasil acontece em maio e debate a transformação digital

15/12/2017
Empresas tentam incluir software em nova mudança na Lei de Informática

12/12/2017
CCT critica presidente do Senado por engavetar projeto de revisão da Lei de Telecom

05/12/2017
Confederação de teles e TI quer R$ 1 bilhão para Sistema S das TICs

05/12/2017
Migração total do 2G exige smartphones mais baratos

05/12/2017
Celulares piratas: Teles dizem que bloqueio estimula mercado de segunda mão

30/11/2017
Câmara vai cobrar do TSE impressão do voto pela urna eletrônica

30/11/2017
Comissão aprova projeto que obriga teles a fazerem bloqueio de telemarketing

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Quatro lições para dar coragem e autonomia às pessoas

Por Amanda Matos Cavalcante*

As pessoas são os principais e mais importantes ativos de uma corporação.

Destaques
Destaques

Área de TI volta a contratar depois de dois anos de retração no Brasil

Pesquisa diz que as empresas estão retomando a contratação de profissionais seniores por conta dos projetos de IoT, Segurança da Informação e Inteligência Artificial.

Um em cada cinco trabalhadores dependerá da Inteligência Artificial

Confundir IA com automação por conta das previsões pessimistas de perdas de emprego ofusca o maior benefício da tecnologia, adverte o Gartner. Consultoria projeta a criação de dois milhões de novos postos de trabalho, por conta da IA, até 2025.

Linguagem C desbanca Java e Python e assume liderança entre os desenvolvedores

Índice Tiobe mostra ainda que há novas linguagens ganhando força, entre elas, a R, que subiu do 16º lugar para o 8º lugar.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site