INOVAÇÃO

Ser global é uma obrigação para quem quer sobreviver no mercado de TICs

Ana Paula Lobo e Pedro Costa ... 31/07/2017 ... Convergência Digital

O mercado global precisa ser prioridade de negócios, defendeu na Paraná TIC, evento que aconteceu de 26 a 28 de julho, em Foz de Iguaçu, o vice-presidente de Desenvolvimento Global da Velocity Texas, David Fonseca, responsável pelos programas globais para identificar empresas emergentes. Com as facilidades modernas, sustentou, não há por que ignorar o mercado global. 

“No mundo de hoje, todos têm que pensar em globalização. É uma prioridade. O Brasil é um dos grandes influenciadores do hemisfério ocidental e certamente tem as capacidades para ir além de suas fronteiras”, afirmou Fonseca em entrevista à CDTV, do portal Convergência Digital. 

“Há 10 anos era comum ouvir sobre a necessidade de estudar pontos fortes e fracos, para tentar melhorar os pontos fracos. Hoje é preciso capitalizar os pontos fortes e terceirizar o que não é bom. Atualmente, são tantas ferramentas para ajudar que não há desculpa para não ir ao mercado externo", reforçou o executivo. Assistam à entrevista com David Fonseca.


TICs em Foco - TRANSFORMAÇÃO DIGITAL
Prever. Prevenir. Detectar e Responder

Essas são a exigência da remodelagem da gestão de riscos e da segurança organizacional nas corporações.

Ceitec vende 1 milhão de chips para pagamento automático de pedágio

Desenvolvido pela estatal gaúcha, chip de identificação por radiofrequência começa a ser usado em São Paulo. 

Algar Telecom batiza centro de inovação digital como Brain

Iniciativa vai atuar em quatro pilares: internet das coisas (IoT), cyber security, cloud (SaaS) e digital.

Rio Info 2017 promove 8ª edição da competição global de Inovação

Em 2016, a vitória coube a um projeto de monitoramento agrário desenvolvido por uma equipe da Argentina. Inscrições estão abertas.O Rio Info 2017 acontece de 25 a 27 de setembro.

Ser global é uma obrigação para quem quer sobreviver no mercado de TICs

“Há 10 anos, a regra era fortalecer pontos fracos. Hoje, tem de capitalizar o que é bom e terceirizar o resto. Globalizaçao deve ser prioridade”, diz o vice presidente da Velocity Texas, David Fonseca. 

Brasil é caro, burocrata e tem um ambiente desfavorável à inovação

"O País fica cada vez mais fora do mercado internacional", lamenta o presidente da Agência Paraná de Desenvolvimento, Adalberto Netto.



  • Copyright © 2005-2017 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G