INOVAÇÃO

Ser global é uma obrigação para quem quer sobreviver no mercado de TICs

Ana Paula Lobo e Pedro Costa ... 31/07/2017 ... Convergência Digital

O mercado global precisa ser prioridade de negócios, defendeu na Paraná TIC, evento que aconteceu de 26 a 28 de julho, em Foz de Iguaçu, o vice-presidente de Desenvolvimento Global da Velocity Texas, David Fonseca, responsável pelos programas globais para identificar empresas emergentes. Com as facilidades modernas, sustentou, não há por que ignorar o mercado global. 

“No mundo de hoje, todos têm que pensar em globalização. É uma prioridade. O Brasil é um dos grandes influenciadores do hemisfério ocidental e certamente tem as capacidades para ir além de suas fronteiras”, afirmou Fonseca em entrevista à CDTV, do portal Convergência Digital. 

“Há 10 anos era comum ouvir sobre a necessidade de estudar pontos fortes e fracos, para tentar melhorar os pontos fracos. Hoje é preciso capitalizar os pontos fortes e terceirizar o que não é bom. Atualmente, são tantas ferramentas para ajudar que não há desculpa para não ir ao mercado externo", reforçou o executivo. Assistam à entrevista com David Fonseca.


TICs em Foco - TRANSFORMAÇÃO DIGITAL
Prever. Prevenir. Detectar e Responder

Essas são a exigência da remodelagem da gestão de riscos e da segurança organizacional nas corporações.

Opinião
Por que devemos projetar chips no Brasil?
Rogério Moreira e Murilo Pessatti*
Opinião
BNDES e o impacto na Inovação
Cláudia Trindade Prates, João Paulo Pieroni e Luciano Machado*

Inovação que dá certo é a que une a grande empresa à startup

A burocracia é um grande entrave à inovação, mas o ponto mais crítico é a falta de interação entre o mercado e as boas ideias das startups, observam Rafael Duton e Alexandre Castro, do Oito, da Oi.

Oi investe em startups para ter 'inovação correndo nas veias'

Empresa ativou o Oito, hub de empreendedorismo e inovação no Rio de Janeiro.

Intel: Brasil fica fora dos mercados de IA, IoT e 5G se olhar apenas para o 'próprio umbigo'

"Não há como ser um ator global sem produzir tecnologia para a exportação", advertiu o diretor-geral,Maurício Ruiz. Empresa quer se redimir dos erros e garantir o protagonismo no 5G. Sobre produção local, mesmo com o boom das memórias, o executivo diz ser 'muito difícil'.

Satélite 100% elétrico da Eutelsat já está em serviço

Capacidade de banda KU será utilizada para oferecer serviço de TV em tempo real para passageiros em voo.

Agronegócio: 'Falta um waze para o agricultor'

A afirmação é do presidente da Agrotools, Fernando Martins, observando que há um grande potencial para startups inovarem no Brasil.



  • Copyright © 2005-2017 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G