GOVERNO » Compras Governamentais

Quadrilha vencia licitações desde 2003 com cartuchos falsos de impressora HP

Convergência Digital* ... 18/08/2017 ... Convergência Digital

Sete pessoas, cinco da mesma família, foram denunciadas por terem, pelo menos durante dez anos, vencido licitações com a venda de cartuchos falsos de impressora. Segundo a denúncia, o grupo, embora de Minas Gerais, atuava em licitações em todo o país. 

“Entre os órgãos públicos lesados pelo grupo estão universidades federais (UFRJ, UFCE, UFAL, UFMT), IPEA, INPI/RJ, Fundação Oswaldo Cruz, Receita Federal, Ministério do Trabalho e Emprego, Ministério das Relações Exteriores, Exército Brasileiro, Tribunal Regional Federal da 2ª Região e até o Supremo Tribunal Federal (STF)”, lista o Ministério Público Federal. 

Segundo ainda o MPF, “as fraudes remontam no mínimo ao ano de 2003 e foram praticadas pelo menos até junho de 2013”, quando começaram os mandados de busca e apreensão. A investigação começou por denúncia da fabricante americana Hewlett-Packard

As empresas inicialmente investigadas foram a D'Ponte Distribuidora Ltda, a E-Click Soluções em Informática Ltda e a Suprimais Comércio de Suprimentos, todas elas situadas em endereços próximos, na cidade de Itaúna/MG, mas não eram as únicas. 

“Quando as fraudes eram descobertas e punidas pelos órgãos públicos lesados, inclusive com o impedimento para participar de novos certames, os acusados criavam outras pessoas jurídicas, quase sempre em nome de terceiros, para continuar praticando as mesmas atividades”.

Daí a descoberta de outras pessoas jurídicas envolvidas, como Worldtech Comércio e a Service; Optimiza Comércio de Informática; Comercial de Informática Victor Hugo; Orldtech Comércio e Service Informática e Gigaprint, todas elas já extintas e sucedidas por outras. Tinham ainda, um site para vendas pela internet, bomdmais.com.br.

A denúncia envolve contrabando, fraude a licitações, falsificação de documentos, falsidade ideológica, associação criminosa e crime contra as relações de consumo, todos eles praticados no âmbito de um esquema de comercialização de suprimentos de informática falsificados.

* Com informações do MPF


Serpro estuda redução de jornada para cobrir eventual reoneração da folha

Informação veio através de comunicado da diretoria da empresa no Rio de Janeiro, que alega que a folha de pagamentos já alcança 70% da receita líquida e não teria como voltar a assumir um aumento de 20% na tributação pela folha.

Diretor da Dataprev que propôs demitir mil funcionários pede exoneração

Desafeto político do presidente da estatal, Leandro Magalhães, Júlio César de Araújo Nogueira foi imposto para a diretoria da empresa pelo ex-ministro do Planejamento, Dyogo Henrique de Oliveira, que, agora, segue para a presidência do BNDES.

TCU: Apenas 14 órgãos têm índices de governança aceitáveis

De acordo com o Tribunal de Contas da União, de um universo de 581 organizações avaliados pelas equipes de auditoria, apenas 3% estariam em estágio aprimorado de governança (Corporativa, de Pessoas, de Contratações e de Resultados).

Câmara aprova urgência para votar a reoneração da folha de pagamento

Empresas de TI e de Call center podem ter de voltar a contribuir com alíquota de 20% , após 90 dias da publicação da nova legislação.

Decreto cria estrutura multissetorial para cuidar da transformação digital

A tradicional SEPIN, secretaria de Políticas de Informática, deixa de existir e se transforma na SEPOD, secretaria de políticas digitais, com Thiago Camargo Lopes à frente. Como política de Estado,  cobrança de resultados acontecerá em diversas pastas.



  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G