INTERNET

Estudo da FGV mostra que robôs infestam debate político no Brasil

Luís Osvaldo Grossmann ... 25/08/2017 ... Convergência Digital

Um estudo divulgado nesta semana pela Diretoria de Análise de Políticas Públicas da Fundação Getúlio Vargas afirma que perfis automatizados em redes sociais já são usados em larga escala no debate político no Brasil – e não para aprimorá-lo. Segundo a pesquisa, esses robôs “se converteram em uma potencial ferramenta para a manipulação de debates nas redes sociais”. 

“Nas discussões políticas, os robôs têm sido usados por todo o espectro partidário não apenas para conquistar seguidores, mas também para conduzir ataques a opositores e forjar discussões artificiais. Eles manipulam debates, criam e disseminam notícias falsas e influenciam a opinião pública postando e replicando mensagens em larga escala. O estudo demonstra de forma clara o potencial danoso dessa prática para a disputa política e o debate público”, diz o diretor da FGV/DAPP, Marco Aurélio Ruediger. 

O estudo analisou geradores de tuítes em especialmente seis momentos: dois debates presidenciais em 2014, manifestação pró-impeachment em março de 2016, debate das eleições para prefeito de São Paulo, a greve geral de abril de 2017 e a votação da reforma trabalhista no Senado. 

Entre os resultados, o estudo aponta que nas interações no Twitter nas eleições de 2014, 11,34% foram motivadas por tuítes ou retuítes de robôs. Entre os apoiadores de Aécio Neves a parcela de interações com robôs chegou a 19,41%. Nas discussões entre perfis em apoio a Dilma Rousseff, foram 9,76%. 

No dia da maior manifestação a favor do impeachment de Dilma, pelo menos 10% das interações sobre o assunto foram impulsionadas por robôs, ou seja, retuítes de conteúdo originado por conta automatizada. No cluster de apoiadores de Dilma Rousseff, essa proporção chegou a 21,43%. 

Durante as eleições municipais em São Paulo, também em 2016, a pesquisa aponta que entre os apoiadores de João Doria (PSDB), elas representaram 11,25% do debate; entre os apoiadores de Haddad (PT), 11,54%; entre os de Russomanno (PRB), 8,40%. 

O estudo conclui que os robôs buscam imitar o comportamento humano e se passar como tal de maneira a interferir em debates espontâneos e criar discussões forjadas. “Com este tipo de manipulação, os robôs criam a falsa sensação de amplo apoio político a certa proposta, ideia ou figura pública, modificam o rumo de políticas públicas, interferem no mercado de ações, disseminam rumores, notícias falsas e teorias conspiratórias, geram desinformação e poluição de conteúdo, além de atrair usuários para links maliciosos que roubam dados pessoais.”

Para a FGV, a participação ostensiva de robôs no ambiente virtual tornou urgente a necessidade de identificar suas atividades e, consequentemente, diferenciar quais debates são legítimos e quais são forjados.


Senado divulga a versão final do PL de Dados Pessoais

Texto foi encaminhado à sanção presidencial e tem 30 dias para ser sancionado. Se passar sem vetos, a legislação entra em vigor, um ano e meio de pois da sua publicação no Diário Oficial da União. Acesse a íntegra do documento.

Facebook recebe multa máxima, mas baixa, por violar dados dos cidadãos da Inglaterra

Mas montante aplicado - cerca de US$ 650 mil - não é relevante para os cofres da rede social que, hoje, tem valor estimado em 590 bilhões de dólares. Para o órgão regulador britânico faltou transparência ao Facebook.

You Tube investe US$ 25 milhões em plataforma para combater as Fake News

Empresa do Google proporcionará links para a Wikipedia ou para a Enciclopédia Britânica em vídeos de temas controversos ou ligados a conspirações, como, por exemplo, a chegada do homem à Lua.

Justiça Eleitoral proíbe propaganda no Facebook antes do início da campanha

O entendimento é de que os links patrocinados também precisam respeitar o calendário eleitoral, que fixou em 16 de agosto o início da propaganda eleitoral.

Pequenos provedores concentram dois terços dos novos acessos internet no Brasil

Maior parte dos planos contratados no País tem acessos entre 2 Mpbs e 12 Mbps, mas os acessos de 34 Mbps mostram boa evolução no quinto mês do ano, segundo dados da Anatel.

Revista Abranet 24 . maio-junho-julho 2018
Veja a Revista Abranet nº 23 A Convenção Abranet 2018 reuniu, na Bahia, cerca de cem empresas de internet. As discussões foram além do dia a dia e abordaram aspectos como planejamento, inovação e estratégia.
Clique aqui para ver outras edições

Acompanhe a Cobertura Especial do II Congresso Brasileiro de Internet - Abranet

Empresas da Internet pedem mais segurança jurídica

“O Marco Civil da Internet trouxe base sólida para criar parâmetros para se ter lei mínima para a Internet seguir avançando, mas, infelizmente, vemos varias iniciativas tentando modifica-lo", afirmou o presidente da Abranet, Eduardo Parajo.

Acompanhe a Cobertura Especial do II Congresso Brasileiro de Internet

  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G