Convergência Digital


Wanna Cry foi só um aperitivo. Ataques de vírus de 7ª geração estão vindo

Ana Paula Lobo e Pedro Costa - 29/09/2017

O Wanna Cry, ransomware que paralisou diversas empresas e causou um grande estrago, foi apenas um aperitivo. Ataques de vírus de 7ª geração estão por vir antes do que se imagina. "As redes botnets se especializaram e os estragos serão muito maiores", adverte o especialista em Segurança da Informação, Guilherme Neves.

Segundo ele, a proteção contra esses ataques precisa ser feita em camadas e há a necessidade do uso da Inteligência Artificial. "A maioria dos novos ataques não tem assinatura e serão bastante perigosos", sinaliza o especialista.

Sobre Segurança da Informação no Brasil, Neves, que participou do Rio Info 2017, realizado de 25 a 27 de setembro, no Rio de Janeiro, diz que ainda estamos muito longe do ideal, mas há esforços sendo feitos, especialmente, na segurança cibernética pelas Forças Armadas. Mas esse olhar não pode deixar de lado a segurança física.

"Não adianta ter um aparato de segurança cibernética, se o atacante entrar na nossa casa. E aqui, o reconhecimento facial começa a ganhar um espaço considerável nas políticas de segurança". Assistam a entrevista com Guilherme Neves.

Facebook Twitter Google+ LinkedIn Email Addthis

Rio Info 2017 - clique aqui e confira a cobertura completa.

Cortar dinheiro de P&D e Inovação é a falência do Brasil

O desinvestimento em Ciência, Tecnologia e Inovação terá consequência irrecuperável para o futuro do País, afirmam Sergio Paulo Gallindo, da Brasscom, Edgar Serrano, da Fenainfo, Benito Paret, do TI Rio, Rubén Delgado, da Softex e o deputado e ex-ministro, Celso Pansera.

leia mais
Juventude do Rio de Janeiro embarca na era da TI

A 15ª do Rio Info teve como característica demarcar o espaço do Rio de Janeiro no cenário nacional de TI. Geração de negócios projetada é da ordem de R$ 10,7 milhões. 16ª edição será em setembro de 2018.

leia mais
Cientista de dados: profissão exige mente aberta e coração no trabalho

Para professor da PUC/Rio, qualquer especialista pode atuar como cientista de dados. "Basta falar a língua dos dados".

leia mais
Mundo 3.0 é a virada da qualidade sobre a quantidade

Para historiador Carlos Nepomuceno, a reputação digital é o desafio maior dessa nova era da tecnologia.

leia mais
Rio de Janeiro: enfrentar a crise passa pelo maior uso da TI

O Rio de Janeiro possui ativos intelectuais e físicos muito interessantes para fazer negócios, observa Renato Regazzi, gerente da área de Grandes Empreendimentos do Sebrae/Rio de Janeiro.

leia mais

Editora Convergência Digital
Copyright © 2005-2017 Editora Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site