TELECOM

Só um em cada três clientes recomendaria a sua operadora na América Latina

Convergência Digital ... 09/10/2017 ... Convergência Digital

Uma pesquisa em seis países da América Latina aponta que somente um terço dos clientes recomendaria sua operadora de telecomunicações a outros. No ranking elaborado a partir da preferencia dos usuários, a melhor tele brasileira aparece na décima posição. 

“As operadoras de telecomunicações enfrentam maior exigência por parte dos seus clientes e receberam baixos níveis de recomendação. Somente 34% dos usuários entrevistados nos seis países recomendariam a sua operadora de telecomunicações”, resume a diretora da Everis responsável pelo estudo, Gabriela Baez.

A pesquisa ouviu 3,6 mil usuários na Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, México e Peru – sendo quase um quarto deles (825) brasileiros. “O objetivo foi conhecer as experiências desses usuários interagindo com suas operadoras. Foram analisados os aspectos que são mais valorizados por eles em seu relacionamento com as empresas e as áreas nas quais os usuários gostariam de experimentar melhorias em relação aos canais digitais para contato”, explica o estudo.

A operadora do Brasil com o nível mais alto aprovação obteve 32% de pontuação, posicionando-a como a décima operadora entre as 22 avaliadas na América Latina. Além disso, 38,5% dos usuários brasileiros consideram o imediatismo na comunicação, o atendimento personalizado e a resolução rápida de problemas como os principais critérios no momento da avaliação se recomendaria a sua operadora de telecomunicações. E 53% dos usuários brasileiros consideram as redes sociais como um canal efetivo para se comunicar com suas operadoras.

“Preços e cobertura de rede são os fatores que os usuários tradicionalmente adotam para determinar a recomendação ou não. Mas a análise concluiu que valores de interação como imediatismo na comunicação, atenção personalizada e resolução rápida de problemas representam 40% dos principais motivos pelos quais os usuários recomendam suas operadoras”, conclui a pesquisa.

Segundo o estudo produzido pela Everis, 83% dos entrevistados estariam dispostos a permitir que a sua operadora empregue os seus hábitos de consumo para lhe oferecer um plano mais personalizado no momento da renovação.

O estudo sugere às teles desenvolverem novas aplicações, sobretudo alavancadas em smartphones ou o canal online, que cada vez mais clientes utilizam, devem ser combinadas com a robotização e inteligência artificial para conseguir interpretar e atender a elevados volumes de transações de forma eficaz.


Internet Móvel 3G 4G
Brasil já contabiliza mais de 1 smartphone ativo por habitante

Maioria dos brasileiros - 70% - prefere o celular inteligente para acessar à Internet. Em maio, o País terá 306 milhões de dispositivos portáteis em uso, somando smartphones, notebooks e tablets.

Nextel vai pagar R$ 68 milhões pela migração de SME para SMP

Conta diz respeito à adaptação das outorgas na faixa de 800 MHz, ainda em 2015. Valor inicialmente previsto era de R$ 411 milhões.

Teles: bloqueio após o fim da franquia não afronta o Marco Civil da Internet

Em nota oficial, o SindiTelebrasil diz que a "A PROTESTE insiste em querer fazer prevalecer a sua interpretação equivocada sobre a legislação aplicável à Internet".

Oi desembolsa R$ 51 milhões para pagar cerca de 500 credores

Operadora pagou as credores que fizeram a escolha da opção de pagamento em fevereiro. "Este é mais um passo no cumprimento da recuperação judicial", afirma o presidente da companhia, Eurico Teles.

Fox obtém vitória na Justiça do Uruguai e tenta replicar no Brasil decisão contra pirataria

Segundo um relatório da NetNames, de 222 milhões de usuários da internet na América do Sul, 110 milhões acessam conteúdos piratas.

Anatel impõe ligação gratuita à Oi em orelhões em 12 estados

Anatel já adota a medida há seis anos, quando verificou que aproximadamente metade dos orelhões do país não funcionava.

Preterida pelas teles, faixa de 450 MHz está na mira do setor elétrico

Elétricas e Anatel discutem destinação desta e outras faixas em caráter primário para as empresas de utilities. “Precisamos de 10 MHz. E pelo menos seis fornecedores no Brasil têm equipamentos em 450 MHz e outras faixas”, diz Ronaldo Santarem, da UTC AL.


Veja a revista do 61º Painel Telebrasil 2017
Revista do 61º Painel Telebrasil 2017
A edição de 2017 do Painel Telebrasil enfatizou a necessidade de atualização do modelo de telecomunicações e a definição de uma agenda digital para o País.

Painel Telebrasil 2017 - Cobertura Especial ConvergênciaDigital


Clique aqui e acompanhe a cobertura completa do Painel Telebrasil 2017

  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G