GESTÃO

Novo ciclo da tecnologia é oportunidade real para as PMEs no Brasil

Convergência Digital ... 21/11/2017 ... Convergência Digital

Das rupturas de um novo ciclo econômico e tecnológico surgem grandes oportunidades para as empresas, e também para os países. Para Marcia Ogawa, que lidera a área de tecnologia, mídia e telecomunicações da consultoria Deloitte, essas mudanças já começaram, como indica a própria convergência de tecnologias e de negócios. 

“Hoje é difícil entender se é empresa de telecom, de tecnologia, de mídia, de pagamentos. Os diversos setores começam a se embaralhar, as fronteiras entre eles se tornam mais fluidas. O mercado brasileiro ainda é vibrante. Não no mercado da telco antiga, mas da telco nova. Com muitas oportuniaddes, como a internet das coisas, que abre potencial para um novo ciclo de crescimento econômico, e muitas oportunidades para as empresas”, afirmou durante o X Seminário Telcomp.

A demanda crescente por conectividade pode ampliar o próprio mercado de telecom. “Aqui também teríamos necessidade de promover empresas médias brasileiras para prover serviços, para promover novos entrantes no setor e atrair investidores qualificados. Hoje já temos mais de 18% do mercado com provedores regionais de banda larga. É um mercado sólido. E com a demanda por iot, pela necessidade de comunicação, esse mercado vai ficar ainda mais sólido.” Assistam a participação da executiva.


Carreira
Sem acordo entre patrões e empregados de TI em São Paulo

De acordo com os trabalhadores, os patrões querem propor dissídio coletivo de natureza econômica, mas só podem estabelecer dissídio de greve, o que não se apresenta na negociação. O TRT não agendou uma nova audiência entre as partes.

EFD-Reinf é obrigatória para empresas com faturamento superior a R$ 78 milhões

Receita Federal ressalta que todos os contribuintes obrigados ao eSocial a partir de janeiro/2018 também estão obrigados à EFD-Reinf.

Anatel reduz orçamento para 2019

Segundo o presidente da agência, Juarez Quadros, valor proposto para custeio ficou abaixo dos R$ 200 milhões. Em 2018, sem contar despesas de pessoal, orçamento foi de R$ 205 milhões.

SAP e Oracle não decolam nas médias empresas. TOTVS não avança nas grandes

Inteligência analítica - resultado das aplicações de BI e de BA - é responsável por boa parte do lucro dos principais fabricantes de software no Brasil. Em ERP, Totvs, SAP e Oracle dominam o mercado com 81%. Em IA, IBM e Microsoft aparecem no top 5, mas bem atrás das rivais.

Linux segue 'engolido' pelo Windows. Cobol sustenta mercado entre programadores

Open source estagnou em 16% nos sistemas operacionais de servidores e o Windows cresceu para 75%. Nas linguagens de programação, o VB.Net é líder e aparece bem à frente da Java. Em banco de dados, a Microsoft 'surra' a Oracle nos usuários finais, mas rival vira o jogo nas empresas.

EFD-Reinf: entenda os prazos de entrega e os impactos nos ERPs

O envio das informações ao Reinf é de cunho obrigatório e deve ser feito por empresas jurídicas, mesmo imunes e isentas, que sejam responsáveis pela retenção de impostos.



  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G