TELECOM

Presidente da Oi reforça tom conciliador para fechar recuperação judicial

Ana Paula Lobo e Pedro Costa ... 30/11/2017 ... Convergência Digital

Em sua primeira entrevista como presidente da Oi, e já com os poderes concedidos pelo Juiz Fernando Viana, da 7ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro, responsável pela recuperação judicial, a maior do Brasil, Eurico Teles reforçou o  tom conciliador. "Queremos uma forma conciliada que não desagrade totalmente a todos. Precisamos apaziguar e trazer dinheiro novo para a empresa", pontuou o executivo, nesta quinta-feira, 30/11, no Rio de Janeiro.

Com o tempo curto - precisa apresentar uma nova proposta de acordo até 12 de dezembro à Justiça - Teles espera que a AGU, como responsável pela consolidação da dívida da Oi com o governo, dê uma resposta até essa data para a proposta de uma espécie de Refis que atenda a capacidade de pagamento da maior operadora país. Segundo Teles, a ideia é acertar R$ 8,5 bilhões por essa via, com uma primeira parcela de 20% e o restante em 20 anos, com correção pelo IPCA. 

Essa parcela corresponde a multas da Anatel que já foram para a esfera judicial. Quanto a outros R$ 6,5 bilhões que ainda estão na esfera administrativa, a Oi indica esperar por uma negociação nos moldes de Termos de Ajustamento de Conduta, com a conversão em investimentos. Mas para isso precisa que o TCU suspensa o veto sobre o assunto, que ainda permanece, e que a própria Anatel encontre uma forma de admitir TAC sobre algo que já recusou.

"A proposta feita à AGU é a que cabe no caixa da companhia. O nosso movimento é para tornar a Oi uma empresa sustentável", afirmou. A dívida da Anatel ficou de fora dessa negociação. "Com a agência vamos negociar o TAC (termo de ajuste de conduta)".  Teles ponderou que a intervenção do governo - advertência feita pelo ministro Gilberto Kassab - já foi mais plausível. "A intervenção é um litígio. A caducidade também tem litígio. O melhor caminho é o da negociação sempre". 

O novo presidente da Oi, que é oriundo da área jurídica, não descarta batalhas judiciais. "Elas podem acontecer, mas o que queremos é o menor litígio. Precisamos fazer essa recuperação judicial. Vou sentar e conversar com todos", afirmou, ao ser questionado sobre o empresário Nelson Tanure e o grupo Pharol. Teles confirmou que a sua missão à frente da Oi é a de fechar e aprovar uma proposta que permita fechar a recuperação judicial ainda este ano. "Tenho convicção que a Assembleia do dia 19 de dezembro vai acontecer e chegaremos a uma solução. O que a Oi e muita gente está precisando é de dinheiro e de novo investimento", completou.O portal Convergência Digital disponibiliza os trechos principais da entrevista com Eurico Teles, concedida durante a inauguração do Oito, projeto de Inovação da Oi, no Rio de Janeiro.


Internet Móvel 3G 4G
TIM e Claro vão vender meio de pagamento da Cielo

Operadoras vão ser canal da empresa de pagamento. Uma das novidades da solução é o uso do QR Code Pay, que consiste na geração de um QR Code na tela da máquina de POS para que seja lido pela câmera do smartphone do consumidor.

Revista do 62º Painel Telebrasil 2018
Veja a revista do 62º Painel Telebrasil 2018 Brasil Digital: O futuro é agora - é o tema da revista do Painel Telebrasil 2018.
Edição, com 104 páginas, consolida os debates realizados no evento, que reuniu a indústria de Telecomunicações.
Clique aqui para ver outras edições

Bloqueio de celular pirata será estendido a mais 10 estados

A partir de domingo, 23/9, quem tiver aparelho sem IMEI válido vai começar a receber mensagens de que o celular será bloqueado a partir de dezembro. Ativo em Goiás e no Distrito Federal desde fevereiro, sistema bloqueou cerca de 41 mil aparelhos.

TV paga: pirataria tem mais 'assinantes' que a Netflix no Brasil

Consultoria Business Bureau diz que a OTT possui 18% do mercado de assinatura de streaming de vídeo. A Globo Play fica na segunda posição, mas com apenas 4%. Pirataria no Brasil fica bem acima da média da América Latina.

Justiça mantém Pharol e Nelson Tanure fora da Oi até aporte de capital

Juiz Fernando Viana, da 7ªVara Empresarial do Rio de Janeiro, manteve a suspensão dos direitos políticos dos conselheiros e diretores da Oi ligados aos grupos.

GSMA: Parceria em conteúdo é melhor para teles que produção própria

Apesar de iniciativas em investir nesse campo, estudo da associação destaca que licenciamento de conteúdo é caminho mais realista para teles.



Painel Telebrasil 2017 - Cobertura Especial ConvergênciaDigital


Clique aqui e acompanhe a cobertura completa do Painel Telebrasil 2017

  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G