Home - Convergência Digital

Novas receitas das teles virão do B2B e do B2G

Convergência Digital - Carreira
Ana Paula Lobo e Pedro Costa - 11/12/2017

Não basta o tubo para prover o serviço de Internet das Coisas é necessário que a operadora esteja preparada para trabalhar na oferta fim a fim, observou Júlio Sgarbi, da Huawei Brasil, ao participar do Fórum de Tecnologia e Inovação Oi, realizado nesta segunda-feira, 11 de dezembro, no Rio de Janeiro.

O executivo assegura que novas receitas vão sugir no mercado de B2B e do B2G ( relação com governo).  "A rede atual, a rede legada, não suporta os novos serviços que estão por vir, uma vez que elas estão em silos, com vida útil já no fim", afirma Sgarbi. Assistam a participação de Júlio Sgarbi, da Huawei Brasil.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

16/02/2018
Oi sobe o tom e diz que acusações da AIDMIN são 'irresponsáveis e vazias'

15/02/2018
Associação de minoritários mira diretoria da Oi em notificação à Anatel e MPF

09/02/2018
Oi desembolsa R$ 21 milhões para pagar parcela de 30 mil acordos com credores

08/02/2018
Justiça impõe derrota aos acionistas minoritários da Oi

08/02/2018
Anatel avalia destinar faixa de 3,5 GHz para 5G

07/02/2018
Oi reage e indica processar acionistas por manipulação de mercado

07/02/2018
Acionistas mudam comando da Oi, mas direção não reconhece assembleia

07/02/2018
Pharol mantém convocação de acionistas e acusa Oi de dar informação errada

06/02/2018
Justiça nega recurso da Pharol contra plano da Oi e derruba assembleia

02/02/2018
Oi não fará assembleia geral convocada por acionistas

Destaques
Destaques

Teles avançam e 4G chega a 3608 municípios do Brasil

Estudo da Telebrasil revela que, em novembro, existiam 99 milhões de acessos 4G ativos. A cobertura 3G também aumenta e chega a 5109 municípios.

Brasileiro prevê o fim do 'baldes de dados' e quer pagar por serviço contratado no 5G

Estudo global feito pela Ericsson, que ouviu 72 milhões de usuários de smartphone no Brasil, mostra que a maioria quer a conta do 5G não mais por gigabytes consumidos, mas por serviço ou dispositivo conectado à rede.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Que ninguém fique sem o sinal de TV digital

Por Juarez Quadros do Nascimento*

Em artigo exclusivo para o Convergência Digital, o presidente da Anatel e do GIRED, revela que a liberação do 700 Mhz atrai a atenção de outros países; aumenta a geração de empregos e acelera a inclusão digital com a massificação do 4G.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site