Home - Convergência Digital

Novas receitas das teles virão do B2B e do B2G

Convergência Digital - Carreira
Ana Paula Lobo e Pedro Costa - 11/12/2017

Não basta o tubo para prover o serviço de Internet das Coisas é necessário que a operadora esteja preparada para trabalhar na oferta fim a fim, observou Júlio Sgarbi, da Huawei Brasil, ao participar do Fórum de Tecnologia e Inovação Oi, realizado nesta segunda-feira, 11 de dezembro, no Rio de Janeiro.

O executivo assegura que novas receitas vão sugir no mercado de B2B e do B2G ( relação com governo).  "A rede atual, a rede legada, não suporta os novos serviços que estão por vir, uma vez que elas estão em silos, com vida útil já no fim", afirma Sgarbi. Assistam a participação de Júlio Sgarbi, da Huawei Brasil.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

16/11/2018
Copel Telecom tem R$ 300 milhões para expandir oferta de FTTH

14/11/2018
Oi aguarda R$ 3 bi de devolução de PIS/Cofins

14/11/2018
Oi registra prejuízo líquido de R$ 1,355 bilhão no 3º trimestre

14/11/2018
Fundo Goldentree avisa ter mais de 10% da Oi

13/11/2018
Pharol perde três recursos e não consegue anular plano de recuperação da Oi

13/11/2018
Oi começa emissão de novas ações com aporte de capital de R$ 4 bilhões

13/11/2018
Brasil precisa mudar para atrair investimentos para o 5G

08/11/2018
Pharol entra com ação em Portugal e quer indenização de R$ 8,5 bilhões da Oi

06/11/2018
Árbitro reverte decisão e mantém aumento de capital da Oi

30/10/2018
Internet das Coisas exige rediscussão sobre neutralidade no Marco Civil

Destaques
Destaques

Na IoT, o segredo não está na Internet, mas, sim, nas coisas

O setor de Telecom precisa ter a humildade de entender que precisa se adequar às coisas para lidar com verticais como o agronegócio, diz o vice-presidente de estratégias da Ericsson, Vinicius Dalben. A fabricante fez um piloto de IoT com um caminhão da Scania.

GSMA: Governos adiantam licitação para pressionar implantação do 5G

Diretor de estratégia da GSMA, Fabio Moraes, lembra, porém, que as operadoras ainda estão fazendo investimentos no 4G.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Desvende 10 mitos sobre os cartões biométricos

Por Cassio Batoni*

Como toda nova tecnologia, os questionamentos sobre a sua segurança e e a sua confiabilidade ainda existem e são compreensíveis, mas ela veio para ficar. A impressão digital surge como a confirmação principal de que o usuário é quem diz ser.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site