GOVERNO » Legislação

Dois anos depois, Kassab diz que regulamentação do marco legal de C&T está pronta

Luís Osvaldo Grossmann ... 14/12/2017 ... Convergência Digital

Quase dois anos depois da sanção da Lei 13.243/16, batizada de Marco Legal da Ciência, Tecnologia e Inovação, o governo indica que vai ser publicada ainda nesta semana o Decreto que regulamenta as mudanças trazidas pela nova legislação. “Nossa expectativa é de que o Decreto seja publicado amanhã, 15/12”, disse o ministro Gilberto Kassab nesta quinta, 14/12, ao anunciar um plano de incentivo à manufatura avançada no país. 

Como explica o secretário de desenvolvimento tecnológico e inovação, Álvaro Prata, “foi um trabalho complexo, amplo e difícil”, que envolveu negociações com a comunidade científica e, mais ainda, com demais áreas do governo, notadamente os ministério de Fazenda e Planejamento. 

“Não é simples, porque há muitas simplificações, benefícios. Por exemplo, a lei estabelece que a importação de produtos intermediários deve ser facilitada. Mas como fazer isso? Tem que ser junto com Fazenda, Planejamento. Foi o que levou tanto tempo”, disse. 

A regulamentação prevê, por exemplo, que ICTs ou mesmo empresas públicas ficam autorizadas a participar do capital social de empresas com o propósito de desenvolver produtos ou processos inovadores, ou ainda outras formas de parceria público-privada. “Traz facilidades para a maneira como as instituições de C&T interagem com as empresas. Por exemplo, cedendo espaço público da universidade para empresas se instalar”, diz o secretário. 

“A própria prestação de contas era uma coisa complexa. Os órgãos de fomento tinham uma tradição de se preocupar mais com os procedimentos que o resultado. Se salvou o doente, mas comprou uma tesoura sem licitação, não aprova. Agora, o que interessa é o resultado. Claro que os procedimentos têm que ser feitos corretamente, mas vamos analisar sobretudo o resultado.”


Serpro repudia acusação de venda de dados pessoais

Estatal diz nunca ter repassado conteúdo ao site 'Consulta Pública', 'congelado' por uma ação do MPF do Distrito Federal. Sustenta ainda que não vende 'secretamente' dados de pessoas naturais ou jurídicas.

Apps de e-gov não pedem consentimento e coletam mais dados do que precisam

Segundo estudo do InternetLab com aplicativos federais e de São Paulo, nenhum dos aplicativos pede consentimento expresso e metade não possui qualquer política de privacidade.

Anac autoriza Secretaria de Patrimônio da União usar drones para fiscalização

Licitação para a compra de equipamentos pelo governo deverá acontecer a partir do final de maio. Drones vão ser usados para fiscalizar uso irregular de áreas de praia, margens de rios, terrenos de marinha e espelhos d'água, dentre outros bens públicos de propriedade da União.

CDES quer prioridade para proteção de dados e transformação digital

O Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES) recomendou ao governo que garanta dotação orçamentária adequada e mecanismos de acompanhamento da digitalização do setor público.

Serpro estuda redução de jornada para cobrir eventual reoneração da folha

Informação veio através de comunicado da diretoria da empresa no Rio de Janeiro, que alega que a folha de pagamentos já alcança 70% da receita líquida e não teria como voltar a assumir um aumento de 20% na tributação pela folha.



  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G