NEGÓCIOS

CVM proíbe a venda de criptomoedas pelos fundos de investimentos

Ana Paula Lobo* ... 12/01/2018 ... Convergência Digital

As criptomoedas não podem ser qualificadas como ativos financeiros e não podem ser adquiridas pelos fundos de investimentos regulados. A decisão foi comunicada nesta sexta-feira, 12/01, pela  Superintendência de Relações com Investidores Institucionais (SIN) da Comissão de Valores Mobiliários, o órgão regulador do mercado financeiro no Brasil.

A decisão está no Ofício Circular SIN nº 1/2018. O documento, direcionado a diretores responsáveis pela administração e gestão de fundos de investimento, busca esclarecer consultas acerca da possibilidade de investimento em criptomoedas pelos fundos regulados pela Instrução CVM 555. "No Brasil e em outras jurisdições tem se debatido a natureza jurídica e econômica dessas modalidades de investimento e não se chegou a nenhuma conclusão, em especial no mercado e regulação domésticos”, disse Daniel Maeda, superintendente da SIN.

"Neste sentido, a área técnica da CVM informa aos administradores e gestores de fundos de investimento que as criptomoedas não podem ser qualificadas como ativos financeiros, para os efeitos do disposto no artigo 2º, V, da Instrução CVM 555. Por essa razão, não é permitida aquisição direta dessas moedas virtuais pelos fundos de investimento regulados”, acrescentou o superintendente.

O ofício alerta ainda sobre os riscos associados às transações cibernéticas, tais como segurança e particularidades de custódia. Relata também que variáveis vêm sendo levadas em consideração na avaliação da possibilidade de constituição e estruturação do investimento indireto em criptomoedas, sem que se tenha chegado, ainda, a uma conclusão a respeito dessa possibilidade.

O valor de um bitcoin, a maior e mais conhecida criptomoeda, subiu em meados de dezembro para quase US$ 20 mil, então caiu para menos de US$ 12 mil no fim de dezembro. Nesta sexta-feira, 12, a moeda era negociada em alta, em torno de US$ 13,9 mil.


3º Seminário Brasscom de Políticas Públicas & Negócios 2018 - Cobertura Especial Convergência Digital
Brasscom lança manifesto para construir um Brasil Digital e Conectado

Entidade quer a colaboração da sociedade e de entidades de TI ou não para entregar um documento aos presidenciáveis. "Tecnologia precisa ser prioridade nacional", diz o presidente-executivo da Brasscom, Sergio Paulo Gallindo.


Veja a cobertura da 3º Seminário Brasscom de Políticas Públicas & Negócios 2018

Chineses aumentam disputa pelo mercado nacional de Wi-Fi

Fabricante Tenda chega ao país para disputar espaço com D-Link e TP-Link pelo segmento de produtos sem fio. Objetivo da companhia é, em dois anos, ficar no top 3 do segmento. Todos os produtos serão importados.

Banco perde ação contra correntista que rejeitou acordo pelo WhatsApp

Canais Digitais das instituições financeiras são obrigados a respeitar o estabelecido pelo Código de Defesa do Consumidor, decidiu a 16ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais.

Notebooks puxam alta de 21% na venda de computadores

Entre janeiro e março de 2018, mercado brasileiro vendeu 1,34 milhões de PCs, 69% deles notebooks, com alta de 22,6% nas receitas, que chegaram a R$ 3 bilhões.

Imposto em excesso para Telecom ameaça a economia digital no Brasil

A pesada carga tributária sobre o setor de telecomunicações é uma ameaça ao desenvolvimento do Brasil na era da economia digital, na análise do professor Fernando Rezende, da Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas (Ebape) da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

TICs em Foco - TRANSFORMAÇÃO DIGITAL
Prever. Prevenir. Detectar e Responder

Essas são a exigência da remodelagem da gestão de riscos e da segurança organizacional nas corporações.



  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G