Home - Convergência Digital

5G Americas: Brasil não liberou 100 Mhz em 2,3GHz às operadoras

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital* - 12/01/2018

O Brasil possui 100 Mhz disponíveis na faixa de 2,3GHz para disponibilizar imediatamente para a banda larga móvel, sustenta a 5G Americas, mas os dados não foram confirmados pela Anatel. Segundo ainda levantamento da entidade, a América Latina só atingiu 33% do objetivo total de 1.481 MHz liberados para operadoras durante o ano de 2017 – ou seja, foram disponibilizados somente 485 MHz, uma entrega muito aquém do desejado.

Para a 5G Americas, essa lentidão na liberação de espectro reforça a posição da região que, nos últimos 20 anos, tem demorado a liberar frequências para o serviço móvel. "Não contar com espectro suficiente implica desacelerar o potencial da inovação tecnológica, atrasar o uso de novas aplicações avançadas e reduzir o mercado potencial para o desenvolvimento de soluções voltadas a atender necessidades locais", diz a entidade, em comunicado enviado nesta sexta-feira, 12.

O total de 485 MHz foi conseguido graças a leilões na Argentina (80 MHz FDD, 20 MHz TDD, ambos na faixa de 2,5 GHz; além de autorização de 60 MHz para uso em 900 MHz e 2,5 GHz), Costa Rica (70 MHz em 1,9/2,1 GHz e 1,8 GHz), México (60 MHz em 2,5 GHz), Porto Rico (70 MHz em 600 MHz) e Uruguai (125 MHz em licitações de 700 MHz, 1,9/2,1 GHz, AWS e AWS-3).

A 5G Americas estima que os órgãos reguladores latino-americanos promovam a alocação agregada de 1.856 MHz de espectro em 2018, dos quais 70 MHz já foram entregues no Paraguai. A entidade ressalta que a recomendação da União Internacional de Telecomunicações (UIT) para 2020 é de 1.960 MHz por mercado.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

12/01/2018
5G Americas: Brasil não liberou 100 Mhz em 2,3GHz às operadoras

04/12/2017
Broadcom retoma oferta hostil pelo controle da Qualcomm

05/10/2017
Celular é o principal meio de acesso à Internet nas classes D e E

05/09/2017
Classes C, D e E endossam o uso da banda larga móvel no Brasil

16/08/2017
Nos EUA, banda larga móvel não poderá ter velocidade menor que 10 Mbps

28/07/2017
Brasil supera 200 milhões de acessos móveis à internet

02/06/2017
Com média de 6,8 Mbps, Brasil é 79º em velocidade da internet

10/05/2017
Internet móvel já responde por um terço da receita da Telefônica/Vivo

21/03/2017
CPqD monta rede privada LTE e aposta em IoT no Grupo São Martinho

21/02/2017
Novos chips para celular prometem conexões acima de 1Gbps

Destaques
Destaques

Teles projetam 100 milhões de 4G até o fim de 2017

Em outubro, a conta é de que já existiam 95 milhões de acessos em 4G, contra 92 milhões de 3G. Expectativa é de que o LTE represente 80% dos acessos em 2018.

Migração total do 2G exige smartphones mais baratos

Para o Sinditelebrasil, preço dos aparelhos é barreira para os 36 milhões de usuários que ainda têm acessos GSM. Acessos 4G superaram os 3G em outubro.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Que ninguém fique sem o sinal de TV digital

Por Juarez Quadros do Nascimento*

Em artigo exclusivo para o Convergência Digital, o presidente da Anatel e do GIRED, revela que a liberação do 700 Mhz atrai a atenção de outros países; aumenta a geração de empregos e acelera a inclusão digital com a massificação do 4G.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site