Home - Convergência Digital

Patrões e empregados não se entendem e campanha salarial de TI é suspensa em São Paulo

Convergência Digital - Carreira
Da redação - 07/02/2018

O impasse se acirrou na sétima rodada de negociação, realizada nesta terça-feira, 06/02, e patrões e empregados suspenderam a negociação da campanha salarial de TI em São Paulo. Uma nova rodada só acontecerá, de acordo com os trabalhadores, quando houver uma apresentação formal de uma pauta pelo Seprosp, sindicato patronal, sem a retirada de cláusulas já incluídas na Convenção Coletiva de Trabalho de 2017, que permanece em vigor até um acordo - seja na mesa de negociação ou por decisão judicial, uma vez que há um contrato assinado entre patrões e empregados.

De acordo com o Sindpd, a falta de consenso entre as partes aconteceu depois de os patrões suprimirem vários parágrafos da CCT 2017, entre elas, o vale-refeição, banco de horas e a assistência médica. Para o presidente do Sindicato dos Trabalhadores, Antônio Neto, houve quebra de boa-fé.

De acordo ainda com o Sindpd, no auxílio-alimentação, os empresários mantiveram a proposta anterior de R$ 18 com a previsão dos "descontos legais". No caso do banco de horas, o sindicalista diz que foram suprimidos parágrafos relevantes "Temos 11 sobre o tema e, agora, ficaram apenas nove", salienta Neto.

Os patrões ofereceram ainda um reajuste de 2,07%, percentual recusado pelos trabalhadores. Também mantiveram a proposta de tornar facultativas as homologações no Sindpd e manter, na cláusula das viagens a serviço, que o tempo gasto nos deslocamentos não seja considerado tempo de trabalho, não sendo devida a remuneração.

Com tantos senões, o sindicato dos trabalhadores decidiu devolver a proposta e suspender a negociação. "Queremos que os patrões explicitem quais são as reais propostas para a Convenção Coletiva para reabrir a negociação", concluiu Antônio Neto.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

21/02/2019
TRT abre dissídio coletivo e ordena a reabertura das negociações salariais de TI em São Paulo

19/02/2019
TRT vai mediar impasse entre patrões e empregados de TI em São Paulo

06/02/2019
Impasse encerra negociação salarial de TI em São Paulo. Trabalhadores vão discutir greve

29/01/2019
Negociação entre patrões e empregados de TI não avança em São Paulo

22/01/2019
Impasse já marca a negociação salarial de TI em SP para 2019

19/12/2018
TRT/São Paulo homologa dissídio coletivo de TI de 2018

12/12/2018
Trabalhadores de TI de São Paulo vão discutir trabalho intermitente com patrões

11/12/2018
No Rio de Janeiro, reajuste dos trabalhadores de TI ficou em 4,16%

10/12/2018
Reajuste salarial de trabalhadores de TI de São Paulo ficou em 2,07%

18/10/2018
Dissídio TI : Patrões dizem não à arbitragem pública sugerida pelo TRT de São Paulo

Veja mais artigos
Veja mais artigos

O futuro do trabalho colocado à prova

Por Luiz Camargo*

Novas profissões exigem também novas habilidades para acompanhar a revolução digital. Os novos empregos certamente irão demandar habilidades analíticas, matemáticas e digitais, com um toque de neurociência.

Destaques
Destaques

Mais de 60% dos brasileiros estão infelizes, mas têm medo de mudar de emprego

Estudo da Brands2Life, com o LinkedIn, traz um dado assustador: 80% dos brasileiros não se candidata para a vaga de trabalho que gostaria. Cerca de um terço dos profissionais deixa de se candidatar a uma nova vaga por falta de confiança na sua própria capacidade.

Serviços de TI e de Telecom podem ser 100% terceirizados no Governo Federal

Também foi incluída na lista divulgada pelo governo Federal o serviço de teleatendimento. Decisão está publicada na portaria 443/2018.

TRT/São Paulo homologa dissídio coletivo de TI de 2018

Tribunal concedeu estabilidade para a categoria pelo período de 30 dias. O Convergência Digital disponibiliza a íntegra do acórdão entre patrões e empregados, homologado pela Justiça. Reajuste salarial acorcado foi de 2,07%.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site