INTERNET

Brasil avança na adoção do IPv6 e fica no top 10 mundial do Google

Convergência Digital ... 09/02/2018 ... Convergência Digital

A versão seis do protocolo de internet (IPv6) avança a passos largos no Brasil. De acordo com dados divulgados pelo Google, 23,6% dos usuários brasileiros de internet acessam o provedor usando o novo protocolo de endereçamento. E dados da Akamai apontam que o tráfego IPv6 no Brasil vem crescendo a taxas superiores a 50% ao ano.

Segundo o SindiTelebrasil, o  Brasil já ocupa o 9º lugar no mundo em adoção de IPv6 na internet. Para a entidade o crescimento se deve à rápida implantação do IPv6 pelas prestadoras de telecomunicações, que já adaptaram 100% de suas redes móveis para a oferta do endereço IPv6.

A adoção do novo protocolo IPv6 foi necessária porque os endereços disponíveis para identificar cada dispositivo que acessa a internet baseados no protocolo anterior, o IPv4, se esgotaram.  Com isso, provedores de acesso e provedores de aplicação na internet precisam adaptar suas redes para viabilizar a navegação utilizando o novo padrão de endereçamento, que possui capacidade quase ilimitada.

Em palestra durante a 7ª Semana da infraestrutura da internet no Brasil, Ricardo Patara, do NIC.br, destacou que o Brasil tem 91% dos sistemas autônomos com alocação IPv6, um porcentual bastante acima da média mundial de 55%.  

Atualmente, o País está na terceira fase da política elaborada pelo NIC.br para lidar com o esgotamento dos endereços IPv4. Desde 15 de fevereiro, estão valendo as alocações iniciais de no máximo /22. No total, cerca de 4 milhões de endereços IPv4 estão reservados, sendo que desde fevereiro aproximadamente 1 milhão de endereços foram alocados.

As prestadoras de telecomunicações fizeram a sua parte, investiram e priorizaram o ajuste de suas redes. Além da Internet móvel, boa parte das redes que ofertam o acesso fixo à internet também já está adaptada para a oferta do novo padrão e a troca de tráfego entre sistemas autônomos utilizando o endereçamento IPv6 já está sendo praticada por todas as prestadoras de telecomunicações.

Em nota, o SindiTelebrasil, afirmou que o 9º lugar entre os países com maior tráfego de Internet em IPv6 é um resultado animador e que o Brasil precisa continuar melhorando, para tanto o setor de telecomunicações continuará investindo e fomentando a aceleração da migração para o novo padrão.


Burocracia em excesso trava expansão de redes de fibra óptica

Para o CEO da Telecall, Bruno Ajuz, infelizmente, ainda há muita imposição de regras às empresas interessadas em investir no segmento.

Com medo dos EUA, Europa adia planos de imposto para internet

Ideia de cobrar 3% das receitas de gigantes da rede como Google, Facebook e Amazon esbarra no receio da reação americana à taxação de suas empresas.

Sem integração, é impossível desenvolver IoT no Brasil

Iniciativa privada, universidades e poder público precisam trabalhar em conjunto para garantir o desenvolvimento de um ecossistema local para Inteernet das Coisas, adverte Elizabete Couto, diretora de IoT da Embratel.

2018: o ano para o Facebook apagar da sua história

Rede social admitiu que houve roubo de dados de 29 milhões de usuários na brecha de segurança descoberta no mês passado. De 15 milhões de usuários violados, foram roubados dois conjuntos de informações: nome e detalhes de contato, incluindo número de telefone, e-mail ou ambos, dependendo do que os indivíduos tinham em seus perfis.

Endereços IPv4 acabam em janeiro de 2020 na América Latina

As estimativas do NIC.br apontam que 93% das organizações ASN (sistemas autônomos) possuem IPv6. O novo fôlego aconteceu por conta da devolução e da recuperação de endereços, explicou o gerente Ricardo Patara. O IPv6 comemora 10 anos de existência.

Revista Abranet 25 . ago-set-out 2018
Veja a Revista Abranet nº 25 Ordenar o uso e organizar o compartilhamento das infraestruturas aérea e terrestre são medidas imperativas para as empresas de energia, telecomunicações e de internet. E muito mais...
Clique aqui para ver outras edições

Acompanhe a Cobertura Especial do II Congresso Brasileiro de Internet - Abranet

Empresas da Internet pedem mais segurança jurídica

“O Marco Civil da Internet trouxe base sólida para criar parâmetros para se ter lei mínima para a Internet seguir avançando, mas, infelizmente, vemos varias iniciativas tentando modifica-lo", afirmou o presidente da Abranet, Eduardo Parajo.

Acompanhe a Cobertura Especial do II Congresso Brasileiro de Internet

  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G