GOVERNO

TSE abre novo pregão para compra de impressoras para urnas eletrônicas

Luís Osvaldo Grossmann ... 07/03/2018 ... Convergência Digital

O Tribunal Superior Eleitoral abriu um novo processo de licitação para comprar 30 mil impressoras e assim equipar uma pequena parte das urnas eletrônicas, cumprir a legislação em vigor e imprimir os votos já nas eleições gerais deste 2018. 

A primeira tentativa falhou com a desclassificação das duas únicas concorrentes. Com preço global de R$ 67,3 milhões, a venezuelana Smartmatic foi desqualificada por não apresentar equipamentos em conformidade com o edital – os QRCodes que deveriam constar do papel a ser impresso não atenderam os requisitos do edital. 

Em seguida, a segunda colocada, a TSC Pontual, de São Paulo, não aceitou baixar o valor pedido – R$ 67,4 milhões – para o valor que o TSE indicou como preço de referência do edital, ou seja R$ 62 milhões. Por isso, acabou igualmente desclassificada pela Justiça Eleitoral. 

O TSE faz uma leitura própria da Lei 13.165/2015, que determinou a impressão dos votos. A Lei determina que “no processo de votação eletrônica, a urna imprimirá o registro de cada voto, que será depositado, de forma automática e sem contato manual do eleitor, em local previamente lacrado”. 

Diz ainda que “até a primeira eleição geral subsequente à aprovação desta Lei, será implantado o processo de votação eletrônica com impressão do registro do voto”. O primeiro pleito após a Lei foi para eleição de prefeitos em 2016. Ainda assim, TSE entende que pode apenas começar a implantação parcial da medida agora em 2018. Na prática, o edital prevê a compra de impressoras para apenas cerca de 5% das mais de 550 mil urnas eletrônicas usadas no processo eleitoral. 

Além das 30 mil impressoras, o TSE quer adquirir firmware (com entrega do código-fonte); desenvolvimento dos modelos de engenharia, qualificação e produção de conjuntos de impressão de votos; produção, fornecimento e garantia de 25,3 mil cabinas de votação; produção, fornecimento e garantia de 66 mil bobinas de papel; e elaboração de documentos técnicos de produção, além de 75 mil urnas plásticas descartáveis, onde cairão os votos impressos. 


Painel Telebrasil 2019
A 63ª edição do principal encontro institucional de lideranças do setor de telecomunicações e TICs acontecerá entre os dias 21 e 23 de maio de 2019, em Brasília. Saiba mais em paineltelebrasil.org.br
Veja o vídeo

Bolsonaro decide manter Comunicações no MCTIC

Em entrevista coletiva, o presidente eleito, Jair Bolsonaro, confirmou que não vai mexer na atual estrutura. O comando do MCTIC será do astronauta Marcos Pontes.

Cansado de esperar Ucrânia, Brasil extingue Alcântara Cyclone Space por MP

Tratado já tinha sido denunciado pelo Brasil em 2015, diante do fracasso da parceria. Desde então, tenta fazer uma reunião para dissolver a empresa binacional, sem sucesso.

Reforma Trabalhista reduziu número de processos trabalhistas em 17,4%

Segundo balanço de um ano da aprovação das mudanças na CLT, processos que chegaram a varas do trabalho caíram de 2 milhões para 1,6 milhão.

Bolsonaro confirma Marcos Pontes na Ciência e Tecnologia

Embora ainda não tenha definido a estrutura do MCTIC - há rumores que Comunicações irá para o ministério da Economia, presidente eleito define o nome do astronauta. Kassab, apesar de ter apoiado o novo presidente, deixa a pasta.



  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G