TELECOM

450 MHz: Anatel já tem dois votos para negar atendimento com satélite

Luís Osvaldo Grossmann ... 08/03/2018 ... Convergência Digital

O presidente da Anatel, Juarez Quadros, decidiu acompanhar a posição do relator Otávio Rodrigues e, com isso, agora são dois votos contra o pleito das operadoras móveis para que possam cumprir os compromissos do primeiro leilão 4G, ainda de 2012, com uso de conexões via satélite. Até aqui, portanto, o placar está em 2 a 1 contra as empresas. Mas a decisão foi adiada por um novo pedido de vista. 

Em voto pra lá de resumido, Quadros indicou apenas acompanhar integralmente a posição de Rodrigues. Ou seja, no sentido de que a agência emita uma cautelar para que as empresas tenham dois anos para concluir as redes terrestres, período durante o qual devem manter os acessos por satélite, embora cobrando por elas os preços de conexões por terra. 

No caso, tratam-se das obrigações associadas à faixa de 450 MHz, que foi destinada a expansão do acesso para áreas rurais, e adquirida pelas teles móveis juntamente com a faixa de 2,5 GHz, ainda em 2012. Pelo edital, os compromissos de cobertura deveriam estar completos neste março de 2017. 

As quatro compradoras, Vivo, Tim, Claro e Oi, alegam sérias restrições de equipamentos para uso efetivo da faixa de 450 MHz. Por isso, preferiram usar outras frequências para cumprir os compromissos de cobertura, possibilidade já prevista no edital 4/2012, mas inovaram ao adotar de forma complementar conexões via satélite – e pedem que a agência concorde com isso. 

O relator original do caso, Otávio Rodrigues, entendeu que isso não é possível. “Não se trata de dispor de qualquer infraestrutura para ofertar serviços. Exige-se explicitamente infraestrutura terrestre, que use a faixa de 450 MHz ou outras faixas já detidas. O fato de o atendimento ao usuário das áreas rurais ser objetivo do edital não autoriza o uso de satélite para cumprimento dos compromisso de abrangência. A construção de infraestrutura é também objetivo da licitação”, alegou em seu voto, agora acompanhado pelo presidente da Anatel. 

Já o conselheiro Leonardo Morais apontou a possibilidade de aceitar o uso parcial do satélite, desde que pelo menos 60% dos compromissos previstos sejam atendidos com redes terrestres. A saída para isso estaria na abertura de processos administrativos para verificar o adimplemento das obrigações do edital e transformar o óbvio descumprimento em obrigações de fazer, sendo essas a cobertura por satélite conforme certos critérios. 

A conclusão foi adiada pelo terceiro pedido de vista sobre o mesmo caso, desta vez pelo conselheiro Aníbal Diniz. 


Internet Móvel 3G 4G
5G: redes comerciais na América Latina em 12 a 18 meses

Crescimento rápido do 4G abre espaço para investimentos no 5G, afirma a 5G Americas. América Latina pode fechar 2018 com 258 milhões de conexões LTE ativas, incluindo o M2M.

Telefónica conduz projeto de transformação digital da Avianca

O acerto terá validade de cinco anos e inclui serviços de voz tradicional, conectividade de dados, apoio de infraestrutura (LAN/WLAN/Centro de cabos), segurança digital e soluções de redes definidas por software (SDN).

Banda larga patina no Brasil por falta de recursos para a infraestrutura

Um estudo elaborado pela consultoria Oliver Wyman,  sustenta a obsolescência da telefonia fixa e a necessidade de maiores investimentos em banda larga. Defende ainda que o momento é o de revisar o modelo de Telecomunicações.

Megaoperação de fiscalização da Anatel impede a venda de 25 mil equipamentos irregulares

Operação aconteceu nos dias 22, 23 e 24 de maio, em sete estados: São Paulo, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Mato Grosso, Minas Gerais e Bahia.

Europa costura legislação mais leve para telecom em troca de investimentos

Segundo a agência Reuters, parlamentares e governos do bloco fecharam acordo informal para o novo marco regulatório das comunicações eletrônicas, com metas de aprovação no Parlamento Europeu ainda no início de junho.

TV por assinatura: Oi fica cada vez mais perto da Vivo

Mercado segue com sangria de assinantes e fechou abril com 17,97 milhões de contratos ativos. Na briga das operadoras, Grupo Claro tem larga vantagem sobre a Sky/AT&T na disputa pela liderança.

Proposta da Anatel reduz alíquota do Fistel a zero e amplia uso do Fust

Minuta de projeto de lei apresentada com o plano estrutural de redes eleva o fundo de universalização de 1% para 3% da receita e obriga o uso dos recursos em telecom, informou o conselheiro da agência reguladora, Aníbal Diniz.


Veja a revista do 61º Painel Telebrasil 2017
Revista do 61º Painel Telebrasil 2017
A edição de 2017 do Painel Telebrasil enfatizou a necessidade de atualização do modelo de telecomunicações e a definição de uma agenda digital para o País.

Painel Telebrasil 2017 - Cobertura Especial ConvergênciaDigital


Clique aqui e acompanhe a cobertura completa do Painel Telebrasil 2017

  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G