NEGÓCIOS

Ficar alheio ao movimento da Tecnologia terá um preço alto para o Brasil

Ana Paula Lobo e Rodrigo dos Santos ... 09/03/2018 ... Convergência Digital

O mundo inteiro está se renovando através da tecnologia e o Brasil precisa participar aderir o quanto antes a essa onda, mas o dever de casa não está sendo feito, uma vez que TICs não é uma prioridade nacional. "Os negócios vão mudar, as empresas vão mudar. Aliás, já mudaram. Ficar alheio a esse movimento é um equívoco tremendo", adverte o vice-presidente executivo global da Stefanini, Ailtom Nascimento.

Em entrevista à CDTV, do portal Convergência Digital, Nascimento lembra que as ações governamentais geram insegurança. Uma delas, que voltou à mesa, é a possível reoneração da folha de pagamento para TICs. "O impacto nos empregos será tremendo. A indústria vai demitir se ela passar", ressalta.

Se o governo precisa agir, as empresas também devem fazer a sua parte. Uma das ações necessárias, observa o VP da Stefanini, uma das poucas empresas globais de TI do País, é abraçar as oportunidades de internacionalização. "A crise é um momento para pensar as operações. Uma empresa de TI não tem como ficar fora do mundo global. Não há limites para a tecnologia", preconiza.

TICs como prioridade nacional será tema de painel no 3º Seminário Brasscom Políticas Públicas & Negócios, que acontece em Brasília, nos dias 14 e 15 de março. Assistam a entrevista com o VP Global da Stefanini.


Cloud Computing
Startup investe na nuvem e viabiliza atendimento médico no interior do Amazonas

Portal Telemedicina usa APIs do Google Cloud, Firebase e ML Engine para armazenar dados de pacientes, além de detectar doenças e priorizar atendimento em clínica da cidade de Coari,  localizada a 444 quilômetros de Manaus.

Padtec vende divisão de sistemas submarinos para IPG Photonics

Fabricante brasileira vai concentrar esforços no mercado de transporte óptico de alta capacidade para redes terrestres.

Economia digital impõe gastos de US$ 380 bilhões em TI entre 2019 a 2022 na América Latina

Investimentos em TI devem fechar 2018 com um crescimento de 3,9% na região, muito em função do impacto da digitalização.

Especialista tributário sugere a adoção de um 'Simples' para TI

Não haveria a unificação dos tributos, mas a unificação do recolhimento, detalha o professor Marco Aurélio Grecco, membro associado da European Association of Tax law Professors. Grecco diz que é preciso sentar e debater logo, até porque o Fisco está mirando como cobrar imposto de serviços novos digitais, entre eles, o de coleta de dados.

Cade investiga praticas anticompetitivas contra fintechs no mercado de meios de pagamentos e financeiro

Abertura de inquérito decorre de relatório sobre os problemas estruturais do setor, em especial, os efeitos decorrentes da verticalização do setor.


3º Seminário Brasscom de Políticas Públicas & Negócios 2018 - Cobertura Especial Convergência Digital
Brasscom lança manifesto para construir um Brasil Digital e Conectado

Entidade quer a colaboração da sociedade e de entidades de TI ou não para entregar um documento aos presidenciáveis. "Tecnologia precisa ser prioridade nacional", diz o presidente-executivo da Brasscom, Sergio Paulo Gallindo.


Veja a cobertura da 3º Seminário Brasscom de Políticas Públicas & Negócios 2018

  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G