Convergência Digital - Home

Transformação digital estimula migração de aplicações críticas para a nuvem

Convergência Digital
Convergência Digital - 10/04/2018

No primeiro semestre de 2017, o mercado global de serviços de nuvem pública cresceu 28,6% em relação ao mesmo período de 2016, gerando uma receita de 63,2 milhões de dólares. Estima-se que em 2018 haverá um crescimento de 40% em investimentos para soluções em nuvem na América Latina. Os dados são da IDC.

Especializada em soluções de emulação de servidores legados de multiplataformas corporativas,  a Stromasys sustenta que computação em nuvem é, atualmente, uma necessidade crítica para negócios de todos os tamanhos. E há a projeção de grandes migrações de aplicações de missão crítica para a nuvem neste ano, especialmente nas instituições financeiras latinoamericanas. A IDC também destaca que, em 2018, a despesa global de infraestrutura e serviços de nuvem pública chegará a 160 milhões de dólares, o que representa um aumento de 23,2% em relação a 2017.

"A América Latina está na vanguarda deste crescimento. Os bancos, que anos atrás estiveram preocupados com a nuvem devido a questões de segurança, agora estão migrando aplicações e sistemas legados", afirma Robert Ruiz, diretor da Stromasys para a América Latina e Caribe. "A emulação desses sistemas clássicos na nuvem torna-se útil para as empresas financeiras ao resolver seus problemas de manutenção, aumentar a capacidade de armazenamento e expansão do sistema e diminuir sua área de cobertura", explica o executivo.

A contínua capitalização dos investimentos nesses aplicativos de missão crítica e a lucratividade são algumas das maiores vantagens que a virtualização oferece. Além disso, menores custos de suporte, economia de energia e espaço, eficiências operacionais e mitigação de riscos que podem afetar os negócios devido à falha de sistemas legados também contribuem para que os clientes obtenham um maior retorno sobre o investimento. "Os setores bancário e financeiro, portanto, estão investindo mais em emulação e virtualização à medida em que o processo de transformação digital continua", explica Ruiz.

Em nível global, a migração está evoluindo mais rápido e muitas organizações públicas e empresas privadas já implementaram soluções em nuvem. "Entretanto, apesar das vantagens da virtualização de plataformas clássicas, muitas instituições estão atrasando sua emulação de hardware até o momento em que isso é absolutamente necessário", comenta John Prot, CEO da Stromasys. "Por esse motivo, as empresas devem avaliar sua infraestrutura de TI e escolher a virtualização como um meio de migrar para uma solução acessível", finaliza o executivo.


Destaques
Destaques

Mais que frequência, 5G exige muita fibra e muita nuvem

Operadoras terão, com infraestrutura, capacidade de ter serviços tão rápidos quanto os ofertados pela TI, preconizou o diretor-executivo de Business Network Consulting da Huawei América Latina,  Guillermo Solomon.

CNJ alega risco à segurança nacional e suspende contrato do TJ/SP com a Microsoft

Para o conselheiro Márcio Schiefler Fontes, o TJ/SP entregou à Microsoft o controle total sobre a tramitação processual do maior tribunal do país.



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Intuição versus análise de dados na gestão

Por Douglas Scheibler*

O poder decisório significa alta responsabilidade e inúmeros riscos. Neste cenário caótico, analisar dados é indispensável e é o que justifica uma determinada medida ser considerada como correta, em um cenário específico, em detrimento de outras.

Data Centers: agora é hora de ver acontecer

Por Gilberto Gonzaga*

O que recentemente era apenas uma tendência já pode ser observado na prática. A expectativa, agora, é que esses movimentos se consolidem cada vez mais e nos levem a uma nova era de conectividade, da qual a América Latina não ficará de fora.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site