Convergência Digital - Home

Serpro é a primeira empresa a vender certificado digital na nuvem

Convergência Digital
Convergência Digital - 23/04/2018

O Serpro começou a vender o NeoID, certificado digital em nuvem que traz a marca da empresa. Este novo serviço traz mais comodidade aos usuários, que poderão usar o certificado a partir de dispositivos móveis com mais segurança e agilidade, eliminando o problema de possíveis perdas ou esquecimentos do dispositivo físico como o token.

Essa solução confere uma nova experiência de uso da certificação digital e com a possibilidade de utilização de um mesmo certificado em mais de um dispositivo. A pessoa pode, por exemplo, rastrear pelo celular o uso de suas chaves, permitindo a criação de relatórios de uso, além de consultar e detalhar onde e quando usou seu certificado digital.

O credenciamento do Serpro, como Prestador de Serviço de Confiança (PSC) para certificação em nuvem, foi publicado no dia 13 de abril, no Diário Oficial da União (D.O.U), pelo Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI). O PSC é uma espécie de ente criado para armazenar os certificados digitais de usuários nos mesmos padrões de segurança já adotados para as Autoridades Certificadoras. A empresa é pioneira na certificação digital em nuvem no Brasil.

Atualmente, o par de chaves relacionado ao certificado é criado em um dispositivo que chamamos de token. Com o certificado em nuvem, a criação desse par de chaves passa a ocorrer em um dispositivo Hardware Security Modules (HSM) armazenado na infraestrutura do Serpro. Dessa forma, toda vez que for necessário o uso de um certificado (chave), ocorrerá uma comunicação entre o solicitante do uso, o HSM e o dono do certificado, ou seja, o uso do token passa a ser eliminado.

O NeoID é um serviço de certificação digital em nuvem para cidadãos brasileiros que necessitam melhorar a experiência de uso e segurança de seus dados pessoais, financeiros, fiscais, etc. Os benefícios para quem adquirir esse certificado são inúmeros: desde a praticidade e economia, passando por agilidade e segurança, já que o usuário tem controle sobre a utilização de sua chave, não precisa carregar o dispositivo token, e a assinatura pode ser realizada a partir do próprio celular. Outra vantagem é que se trata de um certificado A3, com validade de três anos.

Facebook Twitter Google+ LinkedIn Email Addthis


Bradesco, Dataprev e Equinix são destaque em datacenter no Brasil
Organizações foram as vitoriosas da edição 2017 do DCD Awards da América Latina. Conheça os destaques da região no segmento de datacenters.

Destaques
Destaques

Com 57% das empresas usuárias da nuvem, Brasil lidera tecnologia na América Latina

Principal uso, no entanto, ainda é restrito ao armazenamento de informações, segundo estudo patrocinado pela Citrix na região.

Vivo já têm seis data centers virtualizados no Brasil

"Todo núcleo de voz já está virtualizado, como o de dados também", informa o diretor de planejamento e de redes da Vivo, Átila Branco.



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Dados são os dividendos dos tempos atuais

Por Wilson Grava*

Cada vez mais, precisamos ser capazes de analisar e reagir rapidamente aos dados criados. Os últimos dois anos foram responsáveis pela geração de 90% dos dados existentes no mundo.

Dos ambientes offline à estratégia MultiCloud

Por Fabio Gordon*

É preciso reconhecer a necessidade de mudança, entender que o seu data center de 20 anos não vai mais suportar os negócios digitais. É imprescindível fazer um diagnóstico do seu ambiente de TI e começar a mudar. E rápido, porque é provável que os seus competidores já estejam fazendo isso.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site