INCLUSÃO DIGITAL

SindiSat reage à Telebras e nega 'guerrilha comercial'

Ana Paula Lobo ... 11/05/2018 ... Convergência Digital

Em nota encaminhada ao portal Convergência Digital nesta sexta-feira, 11/05, o Sindisat - Sindicato Nacional de Empresas de Telecomunicações por Satélite - reage às declarações dadas pelo presidente da Telebras, Jarbas Valente, em audiência pública realizada na Câmara dos Deputados, na quarta-feira, 09/05.  Valente explicou que todas as operadoras interessadas no negócio eram estrangeiras - como é a norte-americana Viasat escolhida como parceira, mas que a Justiça contesta o acerto pela não revelação dos detalhes do contrato comercial acertado.

Valente sustentou o entendimento que as ações movidas pelo SindiTelebrasil, representando as teles contra o GESAC, e das empresas de satélite, nada mais do que uma briga por interesses comerciais. Ainda de acordo com a Telebras, as propostas feitas não tinha abrangência nacional, e portanto, não serviriam ao Plano Nacional de Banda Larga.
 
Na nota oficial, o Sindisat diz: Sobre as últimas declarações da Telebrás segundo as quais os processos judiciais envolvendo a contratação da ViaSat seriam uma “tática de guerrilha comercial”, o Sindisat (Sindicato Nacional de Empresas de Telecomunicações por Satélite) esclarece que tal argumento procura apenas desviar o foco da discussão - que se resume à existência de fortes indícios de ilegalidade na contratação. Este fato foi reconhecido por duas instâncias do judiciário e pela Procuradoria Geral da República".

Ainda no comunicado, o Sindisat sustenta que 'pleiteia a transparência e um modelo de condições iguais para todos em sintonia com as transformações que se pretende para termos um Brasil cada vez melhor.'  A primeira vitória da Telebras foi obtida na ação liminar impetrada pelo SindiTelebrasil que questionava a inexibilidade da cessão do contrato do Gesac (programa Governo Eletrônico Serviço de Acesso ao Cidadão) à estatal. Hoje o serviço é prestado pelo consórcio entre Embratel e Oi e a vigência do contrato termina em junho.

A Telebras, por sua vez, sustenta que o acordo com a Viasat é legal e insiste que não há qualquer risco à soberania do Brasil no uso do satélite geoestacionário de defesa e comunicações e que a parceria, além de economizar R$ 900 milhões de orçamento próprio da estatal, garante os recursos para a compra de mais dois satélites.


 

 


Carreira
Funcionários brasileiros burlam regras de segurança de TI por software e apps

Justificativas para a quebra da hierarquia são variáveis, entre elas desponta 'porque os software baixados são melhores do que o que a minha empresa oferecia". No Brasil, boa parte não entende o efeito da Inteligência Artificial.

TICs em Foco - TRANSFORMAÇÃO DIGITAL
Prever. Prevenir. Detectar e Responder

Essas são a exigência da remodelagem da gestão de riscos e da segurança organizacional nas corporações.

Sem opositores, Governo usa Audiência para defender acordo Telebras/Viasat

Sem a participação dos que consideram ilegal o acerto com a empresa norte-americana, presidente da Telebras sustentou aos parlamentares que parceria foi fechada dentro dos critérios da Lei de Estatais. Governo garantiu que a soberania nacional não está em risco.

TV Digital: Sobras de recursos devem comprar mais conversores

Estimativas são de que haverá disponível cerca de R$ 600 milhões dos R$ 3,6 bilhões que o leilão da faixa de 700 MHz destinou à TV Digital, suficiente para comprar cerca de 3 milhões de novos kits.

Juiz de Fora, MG, é número 1 na oferta de serviços digitais em ranking das teles

Operadoras expandiram o ranking das cidades amigas da banda larga para avaliar também as que oferecem serviços digitais aos cidadãos.No ranking das cidades amigas da Banda Larga, Uberlândia se mantém com a liderança. Brasília e São Paulo estão nos últimos lugares.

Hughes vai ofertar banda larga via satélite em mais 1000 cidades no Brasil

Cobertura servirá para os Estados do Amapá, Amazonas e Rondônia. Serviço será vendido a partir do terceiro trimestre. Velocidades de acesso estão entre 10 Mbps e 25 Mbps.

Cabo e fibra superam rádio como principal conexão nas prefeituras

Segundo a nova pesquisa TIC Governo Eletrônico, avanço foi especialmente puxado por municípios do Nordeste e com até 100 mil habitantes.

Com celular, Internet chegou a 70% dos domicílios no Brasil

Número de lares conectados cresceu 7 pontos percentuais em 2017, graças aos telefones móveis e a novos televisores.



  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G