Home - Convergência Digital

Trump muda de ideia e resolve 'ajudar a ZTE a fazer negócios'

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital - 14/05/2018

Mudou de ideia. Neste domingo, 13/05, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, decidiu que vai ajudar a ZTE - que teve de suspender as operações por conta do duro bloqueio imposto pelo próprio governo dos Estados Unidos - a 'retomar as atividades rapidamente. Na prática, Trump cedeu à pressão da China, que exigiu uma resolução- rápida- para o impasse da ZTE como pré-requisito para discussões comerciais mais amplas com os Estados Unidos.

Na sua tentativa de rever a posição, Trump usou o twitter. “Empregos demais perdidos na China. O Departamento de Comércio foi instruído a resolver isso!”, escreveu o presidente no microblog, afirmando que ele e o presidente chinês, Xi Jinping, estavam trabalhando em uma solução para a ZTE.

No mês passado, o Departamento de Comércio dos EUA proibiu companhias norte-americanas de venderem produtos para a ZTE por sete anos como punição depois que a companhia chinesa foi descoberta vendendo ilegalmente produtos dos EUA para o Irã e a Coreia do Norte, quebrando um acordo de 2017. A descoberta ocorreu durante uma investigação promovida pelo governo Barack Obama, antecessor de Trump.

A punição cortou o acesso da ZTE a importantes componentes como chips, fazendo a segunda maior fabricante de equipamentos para telecomunicações da China anunciar na semana passada a suspensão de suas principais operações.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

Destaques
Destaques

Para Ericsson, 5G vai fazer acontecer, de verdade, a indústria 4.0

Presidente da fabricante para a América do Sul, Eduardo Ricotta, diz que uma operadora com 50 Mhz a 80 Mhz terá espectro para oferecer bons serviços, especialmente, o da banda larga fixa móvel. "Há cidades no Brasil, com menos de 100 mil habitantes, com conexões de 2 Mbits. O 5G vai chegar oferecendo bem mais", observa.

5G vai gerar 15 milhões de novos empregos até 2025

O ecossistema 5G está em ebulição e demandará muita mão de obra, afirma o diretor da Huawei, Carlos Roseiro. Segundo ele, vão surgir aplicações, muitas ainda inimagináveis, nos próximos seis anos. "O 5G começa hoje. A frequência virá para dar mais capacidade", observa o especialista.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Desvende 10 mitos sobre os cartões biométricos

Por Cassio Batoni*

Como toda nova tecnologia, os questionamentos sobre a sua segurança e e a sua confiabilidade ainda existem e são compreensíveis, mas ela veio para ficar. A impressão digital surge como a confirmação principal de que o usuário é quem diz ser.


Copyright © 2005-2019 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site