INCLUSÃO DIGITAL

Juiz de Fora, MG, é número 1 na oferta de serviços digitais em ranking das teles

Luís Osvaldo Grossmann ... 22/05/2018 ... Convergência Digital

Na terceira edição da avaliação anual dos municípios que favorecem a implantação de infraestrutura de telecomunicações, as operadoras de telecomunicações expandiram o ranking de cidades amigas da banda larga para também avaliar aquelas que oferecem serviços digitais aos cidadãos.

“Pegamos os 100 maiores municípios e levantamos quais os serviços de cidades inteligentes que eles tinham, especialmente em mobilidade urbana, governo eletrônico, educação e saúde, meio ambiente. São aplicativos de estacionamento, transporte, marcação de consultas, coleta de lixo,  semáforos inteligentes, prontuário eletrônico. São coisas diretamente relacionadas à infraestrutura, pois é a existência das redes que possibilita a oferta de serviços digitais”, afirma o presidente da consultoria Teleco, Eduardo Tude, responsável pelos rankings, ao participar nesta terça-feira, 22/05, do Painel Telebrasil 2018, em Brasília.

O resultado é que a mineira Juiz de Fora a cidade número um desse novo ranking. Com pouco mais de meio milhão de habitantes, o município tem 719 mil acessos mensais de seu sistema de transporte, 208 emissões de boletos, 180 mil prontuários médicos, 10 mil usuários do app de limpeza urbana, além e 66 câmeras de vigilância.

As dez primeiras cidades desse ranking incluem ainda o Rio de Janeiro, Uberlândia, Santos, Belo Horizonte, Jundiaí, Cascavel, Campinas, Campo Grande e Fortaleza. Para a Teleco, o ranking permite que os municípios verifiquem a sua posição em relação aos demais e identifiquem os pontos que requerem aprimoramentos, de modo a tornar suas cidades mais inteligentes.

Em linha semelhante, a consultoria apresentou a terceira edição do ranking de cidades amigas da internet – ou seja, aquelas municipalidades que melhor ajustam suas leis e práticas de gestão para licenciar a instalação de novas infraestruturas, notadamente antenas de celular. A também mineira Uberlândia segue firme no primeiro lugar pelo terceiro ano consecutivo.

Neste são dadas notas às cidades com base em restrições, burocracia, prazo e onerosidade para a implantação da infraestrutura, com peso maior para as ERBs, para as restrições e para o prazo de licenciamento. “Uberlândia segue a única cidade no país que respeita o prazo legal de dois meses para o licenciamento de antenas”, afirma Tude.

Além da primeira colocada, as cidades de Várzea Grande, Rio Branco, São José dos Campos, Guarulhos, Duque de Caxias, Rio de Janeiro, Palmas e Cascavel completam as 10 primeiras posições do ranking de 2018. No fim da lista, a capital do país, Brasília caiu para a última posição, logo depois de São Paulo. Contagem, Fortaleza, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto, Campina Grande, Belo Horizonte, Londrina e Feira de Santana estão nas posições de 98 a 91.

Principais mudanças foram no meio da lista. Ponta Grossa, no Paraná, avançou 20 posições porque adotou uma nova legislação municipal. Mas o aspecto legal não é tudo. “Não basta apenas revogar tudo e adotar a Lei Federal. É necessária estrutura, um processo capaz de analisar autorizações no prazo legal de dois meses. E ainda tem a questão dos custos adicionais. Porque ainda têm cidades que querem renovação anual, por exemplo”, afirma o presidente da Teleco.


TICs em Foco - TRANSFORMAÇÃO DIGITAL
Prever. Prevenir. Detectar e Responder

Essas são a exigência da remodelagem da gestão de riscos e da segurança organizacional nas corporações.

Governo diz ao TCU que só Telebras tem satélite de banda larga nacional

MCTIC diz à Corte de Contas que operadoras privadas não têm condições técnicas de atender ao programa Gesac com cobertura e velocidades exigidas.

Proibir o uso do celular pelos jovens é estratégia ineficaz e sem futuro

"Proibindo por proibir não estamos ensinando nada", advertiu a psicóloga Evelise Galvão de Carvalho, ao participar do Workshop Impactos da Exposição de Crianças e Adolescentes na Internet, promovido pelo CGI.br e pelo NIC.br.

Via Direta recorre e diz que STF legitimou ‘escândalo’ entre Telebras/Viasat

Empresa do Amazonas disparou contra o STF.  "Ao permitir o funcionamento do SGDC, Vossa Excelência(referindo-se a ministra Carmen Lúcia) legitimou o maior escândalo das telecomunicações de toda história brasileira”, escreveu na petição, o dono da Via Direta, Ronaldo Tiradentes.

Facebook abandona projeto de drones para conectar áreas remotas

Empresa anunciou que vai desativar a unidade que construiu o Aquila, o veículo não tripulado do tamanho de um Boeing 737 que prometia irradiar internet. Rival Google ficou sozinha com o projeto Loon, de balões para a Internet.

TV Digital: Sobras de recursos devem comprar mais conversores

Estimativas são de que haverá disponível cerca de R$ 600 milhões dos R$ 3,6 bilhões que o leilão da faixa de 700 MHz destinou à TV Digital, suficiente para comprar cerca de 3 milhões de novos kits.

Juiz de Fora, MG, é número 1 na oferta de serviços digitais em ranking das teles

Operadoras expandiram o ranking das cidades amigas da banda larga para avaliar também as que oferecem serviços digitais aos cidadãos.No ranking das cidades amigas da Banda Larga, Uberlândia se mantém com a liderança. Brasília e São Paulo estão nos últimos lugares.



  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G