INCLUSÃO DIGITAL

Juiz de Fora, MG, é número 1 na oferta de serviços digitais em ranking das teles

Luís Osvaldo Grossmann ... 22/05/2018 ... Convergência Digital

Na terceira edição da avaliação anual dos municípios que favorecem a implantação de infraestrutura de telecomunicações, as operadoras de telecomunicações expandiram o ranking de cidades amigas da banda larga para também avaliar aquelas que oferecem serviços digitais aos cidadãos.

“Pegamos os 100 maiores municípios e levantamos quais os serviços de cidades inteligentes que eles tinham, especialmente em mobilidade urbana, governo eletrônico, educação e saúde, meio ambiente. São aplicativos de estacionamento, transporte, marcação de consultas, coleta de lixo,  semáforos inteligentes, prontuário eletrônico. São coisas diretamente relacionadas à infraestrutura, pois é a existência das redes que possibilita a oferta de serviços digitais”, afirma o presidente da consultoria Teleco, Eduardo Tude, responsável pelos rankings, ao participar nesta terça-feira, 22/05, do Painel Telebrasil 2018, em Brasília.

O resultado é que a mineira Juiz de Fora a cidade número um desse novo ranking. Com pouco mais de meio milhão de habitantes, o município tem 719 mil acessos mensais de seu sistema de transporte, 208 emissões de boletos, 180 mil prontuários médicos, 10 mil usuários do app de limpeza urbana, além e 66 câmeras de vigilância.

As dez primeiras cidades desse ranking incluem ainda o Rio de Janeiro, Uberlândia, Santos, Belo Horizonte, Jundiaí, Cascavel, Campinas, Campo Grande e Fortaleza. Para a Teleco, o ranking permite que os municípios verifiquem a sua posição em relação aos demais e identifiquem os pontos que requerem aprimoramentos, de modo a tornar suas cidades mais inteligentes.

Em linha semelhante, a consultoria apresentou a terceira edição do ranking de cidades amigas da internet – ou seja, aquelas municipalidades que melhor ajustam suas leis e práticas de gestão para licenciar a instalação de novas infraestruturas, notadamente antenas de celular. A também mineira Uberlândia segue firme no primeiro lugar pelo terceiro ano consecutivo.

Neste são dadas notas às cidades com base em restrições, burocracia, prazo e onerosidade para a implantação da infraestrutura, com peso maior para as ERBs, para as restrições e para o prazo de licenciamento. “Uberlândia segue a única cidade no país que respeita o prazo legal de dois meses para o licenciamento de antenas”, afirma Tude.

Além da primeira colocada, as cidades de Várzea Grande, Rio Branco, São José dos Campos, Guarulhos, Duque de Caxias, Rio de Janeiro, Palmas e Cascavel completam as 10 primeiras posições do ranking de 2018. No fim da lista, a capital do país, Brasília caiu para a última posição, logo depois de São Paulo. Contagem, Fortaleza, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto, Campina Grande, Belo Horizonte, Londrina e Feira de Santana estão nas posições de 98 a 91.

Principais mudanças foram no meio da lista. Ponta Grossa, no Paraná, avançou 20 posições porque adotou uma nova legislação municipal. Mas o aspecto legal não é tudo. “Não basta apenas revogar tudo e adotar a Lei Federal. É necessária estrutura, um processo capaz de analisar autorizações no prazo legal de dois meses. E ainda tem a questão dos custos adicionais. Porque ainda têm cidades que querem renovação anual, por exemplo”, afirma o presidente da Teleco.


TICs em Foco - TRANSFORMAÇÃO DIGITAL
Prever. Prevenir. Detectar e Responder

Essas são a exigência da remodelagem da gestão de riscos e da segurança organizacional nas corporações.

CPFL: É preciso predisposição para se ter um consenso no uso dos postes

"Não é fácil, mas é preciso existir um alinhamento. Estão todos do mesmo lado", diz o diretor da CPFL, André Luiz Gomes.

Swap de fibras é mandatório para levar banda larga em regiões desassistidas

Compartilhamento de infraestrutura é essencial para reduzir custos e definir modelos de negócios nas cidades onde as teles não investiram, observa o CEO da UmTelecom, Rui Gomes.

Anatel vai avaliar cobertura em banda Ka para troca de 450 MHz por satélite

Com a questão ainda empatada no Conselho Diretor, área técnica da agência terá 30 dias para demonstrar qual é a capacidade real de substituição dos compromissos assumidos pelas operadoras.

Viasat define projeto para vender Internet nas áreas mais remotas do Brasil

Segundo a vice-presidente da empresa americana, Lisa Scalpone, ofertas levam em conta a realidade de cada cidade com serviços de WiFi Comunitário, mas também será direcionada para empreendedores e usuários domésticos.

UIT: Cada 10% de penetração da banda larga eleva PIB em até 1,5%

Estudo da União Internacional de Telecomunicações indica que o crescimento da banda larga móvel tem impacto mais significativo entre os países mais pobres.

Novo edital para Cidades Digitais exige compartilhamento das fibras

Edital vai beneficiar 107 municípios com R$ 64 milhões para a implantação de infraestrutura de banda larga.



  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G