TELECOM

Anatel prepara nova troca de multas por investimento com a Oi

Luís Osvaldo Grossmann ... 28/05/2018 ... Convergência Digital

Na risca do prazo concedido pelo Tribunal de Contas da União, a Anatel aprovou por circuito deliberativo o que fazer com um dos condicionantes assumidos pela Oi quando autorizada a comprar a Brasil Telecom, em 2008. Trata-se da obrigação de encerrar litígios administrativos. Por maioria, o conselho diretor mandou abrir processo, do qual resultará multa de 2,5% da receita operacional líquida, que poderá ser quitada por compromisso de investimento.

A saída adotada pela Anatel parece TAC e tem cheiro de TAC, ainda que em termos mais exíguos dos que naufragaram em 2017, vítimas diretas da recuperação judicial da Oi. A agência vai usar uma sanção administrativa superior a R$ 500 milhões para permitir o pagamento por meio de obrigação de fazer que tenha impacto direto na qualidade e na universalização dos serviços de telecomunicações.

Apesar de descumprido o condicionante da BrOi, a Anatel decidiu no mesmo Acórdão 315/18 pela “não aplicação da reversão da operação objeto de anuência”. No lugar, determinou à superintendência de Controle de Obrigações que abra processo administrativo, no qual “uma vez definida que a imposição de multa seja a sanção cabível, que esta se fixe em 2,5% da última Receita Operacional Líquida, incluindo todos os serviços de alguma forma envolvidos na operação de fusão”. Em 2017, a ROL da Oi foi de R$ 23,3 bilhões.

Indicada a multa, segue o remédio. A decisão prevê que “eventual sanção de obrigação de fazer a ser imposta ao final do Pado (...) deve relacionar-se à melhoria da qualidade e à universalização dos serviços de telecomunicações e
estabelecer métricas objetivas de acompanhamento e de prazos de implementação exíguos, condizentes com a natureza de cada obrigação e não excedentes a um ano, considerando-se tempo já decorrido desde a data na qual deveria estar cumprido o condicionante”.


Internet Móvel 3G 4G
Brasil e Chile assinam acordo que elimina roaming entre os dois países

Fim da cobrança adicional por ligações internacionais faz parte do acordo de livre comércio firmado entre os países. Brasil e outros 18 países das Américas buscam eliminar roaming móvel até 2022.

Painel Telebrasil 2019
A 63ª edição do principal encontro institucional de lideranças do setor de telecomunicações e TICs acontecerá entre os dias 21 e 23 de maio de 2019, em Brasília. Saiba mais em paineltelebrasil.org.br
Veja o vídeo

Destravar a construção de redes no Brasil passa por regras mais claras

À pedido da TelComp, a Cullen Internacional desenvolveu um estudo, ainda não divulgado, onde aponta as boas práticas internacionais sobre compartilhamento de postes e dutos.

TV Digital: Novo presidente da Anatel se mantém à frente do GIRED

Leonardo Euler, mesmo sugerindo que não gostaria de acumular funções, decidiu ficar à frente do Grupo que coordena a transição para a TV Digital e que libera frequência para a telefonia móvel - ação que tinha sido adotada pelo ex-presidente Juarez Quadros.

Telecom Italia entra em guerra de acionistas com nomeação de novo presidente

Mudanças no comando acirram as diferenças entre a francesa Vivendi e o fundo de investimentos americano Elliott. Crise pode vir a respingar na TIM Brasil, controlada pela operadora italiana.

Copel Telecom tem R$ 300 milhões para expandir oferta de FTTH

Empresa, que já soma 200 mil clientes no varejo, planeja chegar a 25 novas cidades com FTTH no primeiro semestre de 2019, revelou o CEO Adir Hannouche.



Painel Telebrasil 2017 - Cobertura Especial ConvergênciaDigital


Clique aqui e acompanhe a cobertura completa do Painel Telebrasil 2017

  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G