Convergência Digital

Banco do Brasil testa Open Banking para ampliar a força do digital

Roberta Prescott - 13/06/2018

O Banco do Brasil está apostando no Open Banking para aumentar sua presença digital. A instituição tem  uma plataforma de Open Banking para desenvolvedores funcionando em modelo de experimentação. Durante o Ciab 2018, realizado nesta semana em São Paulo, Carlos Rudnei Dutz, gerente-executivo na Diretoria de Negócios Digitais do Banco do Brasil, explicou que o banco tem área de sandbox para APIs serem testadas pelos parceiros.

Segundo ele, as APIs são 100% RESTful e estão focadas em quatro categorias: statements, transacionais, negócios e inteligência. A documentação disponível é bilíngue.“A ideia de ter plataforma Open Banking é ampliar a força digital do banco”, disse, reiterando que foi esta a razão por trás de colocar APIs à disposição de desenvolvedores.  

Rudnei Dutz destacou que as startups são mais ágis e podem  criar melhores experiências, fazendo diferença no time to market. “Buscamos relacionamento de parceria com startups, principalmente aquelas que têm P&D.” Ao comentar a questão da segurança, o gerente-executivo informou que para usar a plataforma há um contrato de API que coloca corresponsabilidades para tratar informações, além de ter o termo de consentimento do usuário e usar protocolo de autenticação.  Assista à entrevista com o gerente-executivo Carlos Rudnei Dutz.

Facebook Twitter Google+ LinkedIn Email Addthis
Bradesco: novos concorrentes vão vir da inovação, mas competição não assusta

Para o diretor de Canais Digitais do Bradesco, Marcelo Frontini, não importa de onde venha o competidor se o cliente estiver satisfeito com o serviço prestado.

5G vai impulsionar serviços que precisam de baixa latência

Nova tecnologia vai estar inserida em qualquer segmento de mercado, sustenta Carlos Alberto Camardella, consultor de Engenharia de Telecom da Claro Brasil.

Smartphones abrem novo ciclo de bancarização no Brasil

Quase metade da população brasileira ainda não é bancarizada e as novas tecnologias, em especial, as criadas para os dispositivos móveis vão gerar produtos melhores e preços também melhores para romper a barreira de entrada, diz o chairman da Everis, Antonio Carlos Valente.

BRQ: análises de dados são fonte extraordinária de novas receitas

Para o vice-presidente de Serviços Financeiros da empresa, José Antônio Afonso Pires, os bancos vão criar ainda mais valor com o uso das novas tecnologias, em especial, do big data e do blockchain.


Ciab Febraban 2018 - clique aqui e confira a cobertura completa.
Editora Convergência Digital
Copyright © 2005-2018 Editora Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site