GOVERNO » Política Industrial

BNDES lança chamada de R$ 20 milhões para projetos de IoT

Luís Osvaldo Grossmann ... 14/06/2018 ... Convergência Digital

O BNDES lançou nesta quinta, 14/6, a primeira chamada pública para estimular o ecossistema relacionado à internet das coisas, dando sequencia ao plano nacional para esse segmento. São R$ 20 milhões para projetos piloto em cidades inteligentes, áreas rurais e saúde, em financiamentos não reembolsáveis. Além disso, o Banco vai abrir uma linha específica para emprestar também as contrapartidas das iniciativas selecionadas.

“A bola da vez do mundo hoje é a internet das coisas. Nosso objetivo é preparar o Brasil para estar vivendo utilização e implantação da internet das coisas no mesmo momento dos outros países”, afirmou o ministro de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, ao participar do lançamento do edital, na sede do BNDES, no Rio de Janeiro.

O presidente do Banco, Dyogo Oliveira, emendou que o Brasil pode se posicionar com essa nova onda tecnológica. “Chips e sensores representam uma parte pequena do custo. A grande agregação de valor está na integração, na construção de soluções e na melhor utilização das informações. E nesse particular o Brasil tem grande competência e poderemos tirar proveito.”

Como explicou o superintendente da área de indústria e serviços, Julio Ramundo, o objetivo é trazer à tona casos de uso onde existe a maior possibilidade de difusão e contribuição da internet das coisas para solução de problemas. A partir dos casos, as soluções serão testadas antes de massificadas. “Vamos aprender a fazer fazendo. E certamente nesse desenvolvimento identificar gargalos regulatórios, necessidade de aprimoramento de políticas, de regulação, que poderão ser endereçados com essa iniciativa”, afirmou.

“Estamos trabalhando numa chamada de R$ 20 milhões em recursos não reembolsáveis para montar casos de uso junto com empresas de tecnologias e institutos tecnológicos. O banco já tem à disposição 15 fundos de venture capital, capital semente, investimento anjo. Tem R$ 600 milhões disponíveis para aplicação nessas tecnologias por meios de fundos de capital de risco. E vamos também lançar nos próximos dias uma linha facilitada, rápida. Vamos baixar o limite de acesso direto ao BNDES para R$ 1 milhão para fazer crédito para empresas nessa área. Uma linha ágil para empresas na área de IoT”, completou.

Na prática, o BNDES poderá aportar até R$ 2 milhões pela linha não reembolsável. Com isso, o aporte mínimo de contrapartida dos esperados consórcios entre fornecedores, institutos de tecnologia e consumidores pela linha de financiamento nova será de R$ 1 milhão, mas com expectativa de que seja maior. As propostas devem ser submetidas ao BNDES até 31 de agosto próximo. O Banco espera indicar quais foram as selecionadas em até 60 dias depois dessa data.


Painel Telebrasil 2019
A 63ª edição do principal encontro institucional de lideranças do setor de telecomunicações e TICs acontecerá entre os dias 21 e 23 de maio de 2019, em Brasília. Saiba mais em paineltelebrasil.org.br
Veja o vídeo

Vanderlan Cardoso, de Goiás, será o novo presidente da CCT no Senado

Na divisão acertada entre os líderes partidários, a comissão de Ciência e Tecnologia ficou com o PP e o indicado é o empresário goiano em seu primeiro mandato como senador. Uma das primeiras missões dele será a votação do PLC 79/2016, que altera o marco de Telecom.

Ex-CIO da Telefônica desponta como nova presidente da Dataprev

A nomeação de Christiane Almeida Edington ainda não saiu no Diário Oficial, mas é dada como certa pelo site Antagonista. Executiva tem no currículo o comando da  fusão da Telefônica com a Telemig Celular na área de TI.

Telebras e Viasat assinam aditivo ao contrato investigado pelo TCU

Estatal informa que encaminhou o novo contrato ao Tribunal, mas não revela se atendeu a exigência de baixar o preço das antenas.

Dataprev cria programa de demissão voluntária e aumenta rumor de extinção ou privatização

Resolução traz uma série de requisitos para a adesão dos funcionários. Um deles é ter mais de 120 meses de vínculo laboral.

MCTIC define nomes do time executivo para TICs

Artur Coimbra, José Gontijo e Octavio Caixeta foram mantidos nas suas funções no ministério. Artur Coimbra, por exemplo, seguirá à frente da diretoria de Banda Larga na Secretaria de Telecomunicações e está na força-tarefa para facilitar a instalação de antenas no País.



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G