Convergência Digital - Home

Órgãos têm até 16/7 para aderir ao pregão de nuvem do governo federal

Convergência Digital
Luis Osvaldo Grossmann - 04/07/2018

O Ministério do Planejamento abriu nesta quarta, 4/7, o prazo para que os órgãos públicos federais manifestem interesse em participar do pregão unificado de serviços de computação em nuvem. O pregão será no regime de intenção de registro de preços e para fazer parte os órgãos devem fazer essa indicação exclusivamente por meio do portal de compra do governo federal.

“O governo federal pretende, com a utilização dos recursos de Infraestrutura como Serviço (IaaS) e de Plataforma como Serviço (PaaS) propiciados pelo serviço de nuvem, atender às necessidades de órgãos que não possuem infraestrutura própria ou que dispõem de infraestrutura, mas não de recursos para garantir a segurança adequada aos dados”, diz o MPOG no comunicado desta quarta.

A ideia, vale lembrar, é contratar a nuvem associada a um modelo de ‘broker’ – a Secretaria de TICs do Planejamento chegou a pensar em duas nuvens orquestradas, mas preferiu começar com uma só. Após a publicação da ata de preços será permitida a adesão de outros órgãos e entidade durante a validade dos valores ali previstos, em geral 12 meses.

O Núcleo de Contratações de Tecnologia da Informação do Sisp reforça que “não serão consideradas as manifestações encaminhadas por correio eletrônico nem pelo Sistema Eletrônico de Informações (SEI), apenas aquelas enviadas pelo Portal de Compras”. Dúvidas podem ser sanadas pelo email aquisicoes-detic@planejamento.gov.br ou, entre 9h e 18h, pelos telefones: 61 2020-2363, 61 2020-2055, 61 2020-2056.


Destaques
Destaques

Startup investe na nuvem e viabiliza atendimento médico no interior do Amazonas

Portal Telemedicina usa APIs do Google Cloud, Firebase e ML Engine para armazenar dados de pacientes, além de detectar doenças e priorizar atendimento em clínica da cidade de Coari,  localizada a 444 quilômetros de Manaus.

Next, do Bradesco, endossa multicloud na jornada digital

Banco digital leva aplicações consideradas não estratégicas - como o uso da localização para identificar o endereço do cliente - para a nuvem pública, mas mantém uma cloud privada para as informações mais sensíveis.



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Intuição versus análise de dados na gestão

Por Douglas Scheibler*

O poder decisório significa alta responsabilidade e inúmeros riscos. Neste cenário caótico, analisar dados é indispensável e é o que justifica uma determinada medida ser considerada como correta, em um cenário específico, em detrimento de outras.

Data Centers: agora é hora de ver acontecer

Por Gilberto Gonzaga*

O que recentemente era apenas uma tendência já pode ser observado na prática. A expectativa, agora, é que esses movimentos se consolidem cada vez mais e nos levem a uma nova era de conectividade, da qual a América Latina não ficará de fora.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site