Convergência Digital - Home

Mais de 70% das empresas dizem que é um desafio digerir grandes volumes de dados

Convergência Digital
Da redação - 10/07/2018

Com o surgimento de tecnologias como machine learning e inteligência artificial, os dados passaram do ativo informacional para o centro da inovação. Já não é suficiente apenas ser orientado por dados - as organizações devem ser centradas neles.

Empresas modernas operam em um mundo de aplicações em rápida evolução, onde o sucesso é baseado na derivação de inteligência a partir de dados para alcançar vantagem competitiva e crescimento. Isso requer uma base moderna, criada especificamente para armazenar, compartilhar e analisar dados em um mundo com várias nuvens.

A constatação é de pesquisa conduzida pelo MIT Technology Review e encomendada pela Pure Storage. No levantamento, 86% dos líderes afirmam que os dados são a base para a tomada de decisões de negócios, enquanto 87% dizem que é fundamental na obtenção de resultados para os clientes. A arquitetura centrada em dados mantém arquivos e aplicativos em funcionamento, enquanto a tecnologia é construída em torno dela e transforma fundamentalmente o design do datacenter.

Ao ouvir mais de 2.300 líderes empresariais em todo o mundo, a pesquisa explorou o vasto potencial - e os desafios - que as empresas devem enfrentar para desbloquear a inteligência de dados com a inteligência artificial (IA).

A IA representa uma oportunidade sem precedentes para as organizações melhorar suas operações, oferecer melhores experiências aos clientes e impulsionar o desempenho dos negócios por meio de iniciativas voltadas para dados. No entanto, ainda existem preocupações em relação a adoção da IA incluindo custos, infraestrutura de dados, recursos humanos e ética.

De acordo com a pesquisa da MIT Tech Review:

·82% dos líderes de negócios e de TI acreditam que a IA terá um impacto positivo.

·83% acreditam que a IA é importante para análises, maior eficiência e redução de erro humano.

·Mais de 80% preveem maior foco criativo e estratégico para o cliente

·79% dizem que existem implicações legais e éticas da IA ​​que ainda precisam ser esclarecidas.

No entanto, a maioria concorda que não há tempo e recursos suficientes dedicados à inteligência de mineração de dados:

·78% dizem que enfrentam desafios para digerir, analisar e interpretar grandes volumes de dados.

·79% dizem que garantir que o negócio está usando fontes de dados relevantes é um desafio.

·81% dizem que analisar mais dados em velocidades maiores é um grande desafio futuro.

 


Destaques
Destaques

Startup investe na nuvem e viabiliza atendimento médico no interior do Amazonas

Portal Telemedicina usa APIs do Google Cloud, Firebase e ML Engine para armazenar dados de pacientes, além de detectar doenças e priorizar atendimento em clínica da cidade de Coari,  localizada a 444 quilômetros de Manaus.

Next, do Bradesco, endossa multicloud na jornada digital

Banco digital leva aplicações consideradas não estratégicas - como o uso da localização para identificar o endereço do cliente - para a nuvem pública, mas mantém uma cloud privada para as informações mais sensíveis.



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Intuição versus análise de dados na gestão

Por Douglas Scheibler*

O poder decisório significa alta responsabilidade e inúmeros riscos. Neste cenário caótico, analisar dados é indispensável e é o que justifica uma determinada medida ser considerada como correta, em um cenário específico, em detrimento de outras.

Data Centers: agora é hora de ver acontecer

Por Gilberto Gonzaga*

O que recentemente era apenas uma tendência já pode ser observado na prática. A expectativa, agora, é que esses movimentos se consolidem cada vez mais e nos levem a uma nova era de conectividade, da qual a América Latina não ficará de fora.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site