NEGÓCIOS

Mercado reage mal à aquisição da CA Technologies pela Broadcom

Da redação ... 13/07/2018 ... Convergência Digital

A reação à aquisição da CA Technologies pela Broadcom por cerca de US$ 19 bilhões não foi positiva. A fabricante de chips teve uma perda de quase o mesmo montante no mercado. Há dúvidas se o negócio terá o aval do presidente Donald Trump, que já impediu uma megafusão com a Qualcomm, em um negócio de US$ 117 bilhões.

Analistas têm posições divergentes com relação ao negócio. Para uns, a mudança no foco setorial pode ser um golpe de mestre do presidente-executivo da Broadcom, Hock Tan, outros levantam preocupações sobre um acordo que reduz o crescimento da Broadcom de 5 para 3 por cento. Mas para outros pode ser desastroso. “É a aquisição mais bizarra, desfocada e não estratégica da última década”, disse Eric Schiffer, presidente-executivo da Patriarch Organization, uma empresa de private equity.

A famosa ambição do presidente da Broadcom transformou a empresa de uma incipiente fabricante de chips em uma potência global, através de uma série de grandes negócios. O executivo é amplamente respeitado em Wall Street por sua perspicácia empresarial. O analista da Susquehanna, Christopher Rolland, disse que a incursão na indústria de software pode ter sido motivada pela falta de opções viáveis ​​na indústria de semicondutores e pelo aumento da fiscalização regulatória. A empresa combinada Broadcom e CA teria aproximadamente 71% de receita em semicondutores e 28% em software.

“Acreditamos que muitos investidores podem não gostar, pelo menos inicialmente, mas isso abre as portas para um novo ângulo da história e melhora ainda mais o potencial de retorno de capital da Broadcom”, disse o analista da UBS, Timothy Arcuri.


Tecnologia da informação evita tombo maior do setor de serviços

Segundo o IBGE, apesar do desempenho ruim das telecomunicações, os serviços de TI exercem a principal contribuição positiva dos serviços no acumulado até agosto de 2019. 

Rio de Janeiro precisa deixar de exportar CPF e CNPJ

"O Rio é protagonista de geração de inteligência e, hoje, temos de nos desafiar para reter nossos talentos", afirma o coordenador do Rio Info 2019, Alberto Blois. A diversidade foi a 'cara' do evento em 2019.

Fusões e aquisições em TI remodelam o mercado interno

Pesquisa da KPMG mostra que, no primeiro semestre, aconteceram 61 operações de compra em TI no Brasil, sendo 39 domésticas, 18 aquisições por grupos estrangeiros e 4 empresas brasileiras comprando companhias estrangeiras.

BR Distribuidora: A TI não pode se esconder atrás dos processos para se defender

"A TI precisa entender que do jeito que era não funciona mais. Ela precisa se enxergar como parte integrante do negócio", diz o CIO da BR Distribuidora, Aspen Andersen.


3º Seminário Brasscom de Políticas Públicas & Negócios 2018 - Cobertura Especial Convergência Digital
Brasscom lança manifesto para construir um Brasil Digital e Conectado

Entidade quer a colaboração da sociedade e de entidades de TI ou não para entregar um documento aos presidenciáveis. "Tecnologia precisa ser prioridade nacional", diz o presidente-executivo da Brasscom, Sergio Paulo Gallindo.


Veja a cobertura da 3º Seminário Brasscom de Políticas Públicas & Negócios 2018

  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G