Home - Convergência Digital

Dissídio dos trabalhadores de TI de São Paulo segue sem definição no TRT

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital* - 13/07/2018

Dois meses depois da audiência de conciliação realizada no Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo em relação à Convenção Coletiva de Trabalho de 2018, os trabalhadores de TI aguardam uma posição definitiva do TRT em relação ao dissídio coletivo, uma vez que não houve acordo entre patrões e empregados.

Na última audiência, o desembargador Carlos Roberto Husek abriu prazo para que o Sindpd apresentasse, em 10 dias úteis, os documentos necessários para a continuidade do processo. Cumprido o prazo, houve também período de 10 dias úteis para que o Seprosp apresentasse uma réplica à defesa do Sindpd. Após a manifestação de ambos, consta no processo a intimação para a manifestação do Ministério Público, sem prazo específico e que continua em andamento no TRT.

Segundo o coordenador jurídico do Sindicato dos Trabalhadores do Estado de São Paulo, Sindpd, José Eduardo Furlanetto, o próximo passo até que haja novo agendamento de audiência é o sorteio do desembargador relator. A convenção coletiva de trabalho de 2017, em função de um acordo firmado entre patrões e empregados, segue em vigor.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

18/10/2018
Dissídio TI : Patrões dizem não à arbitragem pública sugerida pelo TRT de São Paulo

05/10/2018
TRT quer transformar dissídio coletivo de TI em São Paulo na primeira arbitragem pública do Brasil

13/07/2018
Dissídio dos trabalhadores de TI de São Paulo segue sem definição no TRT

28/06/2018
Sem acordo, categoria de TI em São Paulo fica à espera do dissídio coletivo

25/06/2018
Funcionários da ex-Cobra Tecnologia voltam ao trabalho, mas mantêm estado de greve

21/06/2018
BBTS, ex-Cobra Tecnologia, aceita acordo do TST até julgamento do dissídio

07/06/2018
Trabalhadores entram com pedido de dissídio coletivo de greve no TST contra a Cobra Tecnologia (BBTS)

17/05/2018
Sem acordo entre patrões e empregados de TI em São Paulo

16/05/2018
TRT agenda 2ª audiência de conciliação entre patrões e empregados de TI em São Paulo

23/04/2018
Em Ribeirão Preto, Justiça ordena Coderp a fazer rescisões de contrato de trabalhao no sindicato dos trabalhadores de TI

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Como a expatriação fortalece empresa e funcionários?

Por MarcosSantos*

O processo, que consiste em enviar profissionais para trabalhar na unidade da mesma empresa em outro país, promove uma troca de conhecimento entre a equipe da unidade estrangeira e novo colaborador, uma experiência enriquecedora de ampliação de  expertises e de uma nova atmosfera de trabalho.

Destaques
Destaques

Empregos em TI dobram em 10 anos e passam de 500 mil no Brasil

O Panorama do Setor de TICs 2018, elaborado pela Assespro Nacional, em parceria com a Assespro Paraná e a Universidade Federal do Paraná avaliou o período de 2006 a 2016. São Paulo lidera com 43% dos empregos, bem à frente dos demais Estados.

Decisão do STF a favor da terceirização não respalda a pejotização

Advogados procurados pelo portal Convergência Digital sustentam que a dispensa de empregados para a contratação como terceirizados pode caracterizar a subordinação e punição à corporação

'Jogo de cintura' não é balela. É sobrevivência

Mas toda flexibilidade exige limite. Um profissional precisa ter uma meta, um plano de carreira bem claro. A inflexibilidade também tem um custo para o profissional que se recusa a ver os novos tempos.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site