Home - Convergência Digital

Empresa de TI espera mais de 2 mil candidatos ao programa "Quero ser Dev"

Convergência Digital - Carreira
Da redação - 07/08/2018

A Locaweb realiza a quarta edição do "Quero Ser Dev". O programa tem como objetivo formar jovens desenvolvedores para o mercado de trabalho, por meio de treinamento personalizado e gratuito, oferecendo aos candidatos capacitação técnica em diversas linguagens de programação. Aqueles que apresentarem melhor desempenho serão selecionados para trabalhar nas áreas de tecnologia e produtos.

Todos os interessados devem estudar ou terem concluído cursos de Ciências da Computação, Estatística, Matemática, Sistemas da Informação, Engenharia da Computação ou áreas correlacionadas, ainda que em nível técnico. As inscrições podem ser realizadas entre 6 de agosto e 14 de setembro, por meio do hotsite www.queroserdevlocaweb.com.br. A previsão é que os selecionados iniciem os trabalhos na empresa a partir de março de 2019.

A primeira fase é composta pela análise de currículo, testes online, dinâmicas em grupo e entrevistas presenciais. Os aprovados participam de um treinamento, no Campus Code, com duração de nove semanas, onde terão a oportunidade de atuar com profissionais experientes e aprenderem conceitos de programação, como Ruby, Rails, Arquitetura MVC, Git, HTML5, CSS3 e JavaScript. Além disso, serão convidados a participarem de eventos internos e online na Locaweb para vivenciarem a cultura da empresa.

"Buscamos talentos que sejam apaixonados por desenvolver e se divirtam ao programar em diferentes linguagens. Queremos ajudá-los a expandir suas técnicas e habilidades, abrindo espaço para que possam aprender na prática junto conosco. Trata-se de uma grande oportunidade para quem deseja fazer história dentro de uma Big Tech Company", afirma a gerente de Recursos Humanos da Locaweb, Raquel Parente.

De acordo com o relatório "Global Recruiting Trends 2018", divulgado pelo LinkedIn, 78% das empresas acreditam que diversidade é uma das tendências que mais tem impactado o processo de seleção e contratação de profissionais na atualidade e 62% acreditam que além de ressaltar a cultura da organização, melhoram os resultados financeiros.

"Na Locaweb acreditamos que equipes diversas são mais produtivas, inovadoras e engajadas.  Por isso, valorizamos as características individuais dos funcionários e entendemos que a diversidade entre os profissionais proporciona o ambiente ideal para o desenvolvimento de novas habilidades", complementa Raquel.

Nesta edição são esperados mais de 2 mil candidatos, ultrapassando o número de inscritos do ano anterior. Os selecionados terão entre seus benefícios, remuneração compatível com o mercado; assistência médica e odontológica; seguro de vida; horário flexível; vale refeição para consumo dentro da empresa; vale-transporte ou estacionamento no local; programa de qualidade de vida (academia, massagem relaxante e ginástica laboral); sala de relax com videogame, mesas de ping pong, pebolim e pufes para descanso.

 

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

16/05/2019
Assespro é contra a regulamentação da profissão de TICs

10/05/2019
Startup de Curitiba cria plataforma gratuita com mais de 77 cursos diferentes

06/05/2019
Quem são os novos CIOs, CDOs e CTOs na TI brasileira?

02/05/2019
São Paulo, Santa Catarina e Rio Grande do Sul lideram a busca por profissionais de TI

18/04/2019
Ciência na Escola terá R$ 100 milhões para formar cientistas

12/04/2019
O profissional do futuro de TI é alguém que ninguém conhece

09/04/2019
TICs podem formar 1 milhão a cada quatro anos com recursos já existentes

01/04/2019
Inteligência emocional faz a diferença na escolha do profissional de TIC

01/04/2019
Brasil leva seis alunos de TICs para a semifinal mundial do Huawei ICT Competicion

08/03/2019
Igualdade de gênero é uma mentira. Mulheres vão levar 202 anos para ganhar igual aos homens

Veja mais artigos
Veja mais artigos

O futuro do trabalho colocado à prova

Por Luiz Camargo*

Novas profissões exigem também novas habilidades para acompanhar a revolução digital. Os novos empregos certamente irão demandar habilidades analíticas, matemáticas e digitais, com um toque de neurociência.

Destaques
Destaques

Assespro é contra a regulamentação da profissão de TICs

Entidade das empresas de TI se posiciona contrária ao PLS 317/17. que passa a exigir diploma de profissões como Analista de Sistemas, desenvolvedor, engenheiro de sistemas, analistas de redes, administrador de banco de ados, suporte e profissões correlatas.

Brasscom: É urgente incluir computação no currículo do ensino médio e fundamental no Brasil

Apenas Internet das Coisas, vai gerar uma demanda de 107 mil profissionais que não estão disponíveis no Brasil, adverte o presidente-executivo da Brasscom, Sergio Paulo Gallindo.

TI precisa de 420 mil novos profissionais até 2024

Formação de mão de obra, que já sofre para atender a demanda, vai ficar longe dos 70 mil novos empregos por ano. IoT, Big Data e segurança são áreas de maior demanda.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site