GESTÃO

Paraná reforça governança e se torna 2º estado mais exportador de TI

Ana Paula Lobo e Pedro Costa, de Foz do Iguaçu ... 08/08/2018 ... Convergência Digital

O estado do Paraná colhe os frutos de ter adotado uma política em prol da governança de TI e, hoje, já se tornou o segundo estado mais exportador de TI do Brasil, perdendo apenas para São Paulo. O coordenador da Secretaria Estadual de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Evandro Razzotto, diz que a política de governança de TI pensa a internacionalização das empresas do Estado, mas, principalmente, a consolidação de uma estrutura que permita a continuidade dos negócios nos próximos 30 anos.

"A governança de TI é independente da questão política e tem de continuar assim. Ela precisa ser sempre uma meta do Estado, com a participação do governo, do setor privado e da academia. Todos os atores construíndo um setor de TI mais forte", explica Razzotto, em entrevista à CDTV, do portal Convergência Digital, durante o My Inova Summit, realizado nos dias 02 e 03 de agosto, em Foz do Iguaçu.

A persistência do Paraná em solidificar uma governança de TI atrai a atenção de outros Estados e também de outros países. Portugal, por exemplo, já fechou acordos com empresas paranaenses."A União Europeia nos escolheu para firmar acordos e eles são bastante seletivos". Assistam a entrevista com Evandro Razzotto.


Fóton: solução web transforma ATM tradicional em tótens de atendimento

“Além da flexibilidade em experiência, customização e interação com periféricos, software corta custos”, afirma o gerente de Projetos da Fóton, Thiago Farias. Um dos primeiros usuários da solução é o Banco da Amazônia.

Transformação ágil é condição de sobrevivência para empresas

“Não tem como, hoje, não se preocupar se o operacional, se o modelo de trabalho está realmente sendo enxuto e extremamente eficiente”, afirma o diretor de Cultura e Transformação Ágil da BRQ, Thyago Rebelato.

Omnichanel: bancos vivem a 'dor' da integração dos canais digitais aos físicos

A maneira de consumir serviços financeiros mudou radicalmente com as plataformas digitais e, hoje, a resolução das ocorrências e a empatia ganham prioridade no modelo de atendimento ao correntista, afirma o diretor Executivo da Embratel, Antonio João Filho.

Correntistas 100% digitais desafiam atendimento bancário

O chamado onboarding digital vai muito além da oferta de produtos e serviços. Pesquisa da Unisys mostra que apenas 9% dos entrevistados tiveram sucesso ao abrir uma conta 100% digital. Santander e Unibanco admitem complexidade e reforçam apoio à inovação.




  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G