GOVERNO

TI pede unificação das estratégias do Brasil Digital ao próximo governo

Ana Paula Lobo e Rafael Mariano ... 20/08/2018 ... Convergência Digital

Para ter independência digital em 2022, quando se comemora o bicentenário da independência do Brasil, é preciso adotar medidas de curto e médio prazo, adverte o estudo Independência Digital- Brasil 2022, elaborado pelo Think Tank para o setor de software e Serviços e divulgado nesta segunda-feira, 20/08, em evento da ABES, em São Paulo.

Na apresentação, a economista e ex-ministra Dorotheia Werneck, uma das elaboradoras do material, sustentou que uma ação relevante é dar continuidade aos projetos que estão sendo tocados na estratégia digital. "Sei das dificuldades, dos desafios de trabalhar no governo, mas temos que aprender a dar continuidade ao trabalho feito. Reconhecer o que deu certo", sustentou.

A proposta zero do estudo Think Tank é a de unificar as estratégias de transformação digital, afirmou Vanda Scartezini. Em entrevista à CDTV, do portal Convergência Digital, ela explica que as iniciativas são diversas e a falta de interlocução entre elas gera insegurança jurídica e a disseminação aleatória de informação.

Isso gasta dinheiro que o governo não tem e gasta o tempo de uma mão de obra que o governo também não tem. A coordenação precisa ser unificada. É preciso aproveitar o primeiro ano de governo para mudar, uma vez que há apoio por conta da própria eleição", pontuou Vanda Scartezini.

Outras medidas de curto prazo são a publicação de uma norma específica - Via Executivo - para o setor detalhando o trabalho intermitente, o teletrabalho e a terceirização. "A reforma trabalhista deixou campo para interpretações aleatórias. É preciso deixar mais transparente", observou Vanda Scartezini. Também está sendo pedida a implementação do Plano Nacional de Atração de Data Centers, com o estabelecimento de uma zona livre digital. "Precisamos atrair investimentos estrangeiros para essa área", explicou. Assistam a entrevista com Vanda Scartezini.


Painel Telebrasil 2019
A 63ª edição do principal encontro institucional de lideranças do setor de telecomunicações e TICs acontecerá entre os dias 21 e 23 de maio de 2019, em Brasília. Saiba mais em paineltelebrasil.org.br
Veja o vídeo

Telebras vai agir para ser lucrativa e não ser vendida no Governo Bolsonaro

“Queremos implantar parcerias e empreender novos ritmos, com metas atingíveis e consolidar o nome da Telebra”, afirmou o novo presidente da estatal, Waldemar Ortunho Junior, em primeiro encontro com funcionários. Ministro Marcos Pontes participou da reunião.

Servidores da Dataprev fazem abaixo-assinado contra privatização

Documento digital defende que estatal dá lucro há mais de uma década e controla dados previdenciários de 35 milhões de brasileiros.

Vanderlan Cardoso, de Goiás, será o novo presidente da CCT no Senado

Na divisão acertada entre os líderes partidários, a comissão de Ciência e Tecnologia ficou com o PP e o indicado é o empresário goiano em seu primeiro mandato como senador. Uma das primeiras missões dele será a votação do PLC 79/2016, que altera o marco de Telecom.

Ex-CIO da Telefônica desponta como nova presidente da Dataprev

A nomeação de Christiane Almeida Edington ainda não saiu no Diário Oficial, mas é dada como certa pelo site Antagonista. Executiva tem no currículo o comando da  fusão da Telefônica com a Telemig Celular na área de TI.



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G