INOVAÇÃO

Fabricar hardware é tão importante quanto fazer software para IoT

Da redação ... 30/08/2018 ... Convergência Digital

Não é verdade que a janela de oportunidade para o Brasil em Internet das Coisas está apenas no software, sustenta Fred Braga, CEO da Bottom Up, startup pernambucana que montou uma linha de produção local de hardware para IoT no Recife. A linha de produção tem capacidade para 35 mil dispositivos, e hoje, já fabrica 22 mil, a maior parte voltada para as utilities.

"Somos competitivos e produzimos hardware de qualidade. Mas para competir com os chineses temos de ter impostos menores. A carga tributária é, hoje, a grande vilã do novo negócio. Perdemos competitividade por causa dos tributos", lamenta Braga, em entrevista à CDTV, do portal Convergência Digital, concedida no IoT Latin America, em São Paulo.

A Bottom Up está partindo para um novo segmento: o da automação residencial com a unidade de negócios, Holmes. Para Braga, mais uma vez, as utilities vão comandar a automatização das residências. "O telecomando virá numa etapa futura". Assistam a entrevista com Fred Braga.


TICs em Foco - TRANSFORMAÇÃO DIGITAL
Prever. Prevenir. Detectar e Responder

Essas são a exigência da remodelagem da gestão de riscos e da segurança organizacional nas corporações.

Biometria é o ‘empurrão do governo’ para aumentar a bancarização

Inclusão financeira passa por ações mais efetivas do governo, como aconteceu na Índia, afirmou  diretor-geral da Tata Consultancy Services no Brasil, Tushar Parikh.

Arquitetura distribuída: uma tendência que vai chegar ao Brasil

Na China, conta Daniel Leung, chefe de Fintechs e Arquitetura na Forms Syntron, ao trocar a arquietura tradicional pela distribuída, um banco ficou apto a suportar até 100 milhões de contas correntes.

Adarsh Kumar, Capgemini: open banking é transformador, mas dados pertencem aos clientes

O open banking vai mudar o modelo de serviços bancários, afirma o CTO e líder de cibersegurança para a América Latina da Capgemini.

Thales Teixeira, da Harvard: disrupção digital vai muito além da tecnologia

"Unidades de negócios podem se tornar desnecessárias em empresas estabelecidas, e o CEO terá de tomar decisões relevantes", adverte o professor Thales Teixeira, da Harvard Business School.

Bradesco: Next não vai 'matar' o banco tradicional

O diretor-presidente do Bradesco, Octavio de Lazari Junior, garante que os dois modelos de negócio irão conviver, mas admite que as agências físicas vão mudar de perfil. Também revela que o Next mira um público mais jovem.



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G