TELECOM

Anatel: Políticas públicas de telecom estagnaram no Governo

Luís Osvaldo Grossmann ... 11/09/2018 ... Convergência Digital

Ao difícil cenário de estagnação econômica, o país soma a paralisia política. Com essas tintas o presidente da Anatel, Juarez Quadros, lamentou que as várias políticas públicas relacionadas diretamente às telecomunicações continuem no campo das ideias e das promessas.

“As políticas públicas ainda são esperadas, e com muita ansiedade por nós na Anatel. Sem elas é impossível o desdobramento dos trabalhos regulatórios, tanto na revisão do marco legal das telecomunicações como na alteração da lei do Fust. Há necessidade de um decreto para tratar do PGMU, mas ele também não sai”, disparou o presidente da Anatel.

Quadros falou durante seminário sobre os 20 anos de privatização das telecomunicações e a expectativa para os próximos, promovido pelo portal Telesíntese, nesta terça-feira, 11/09. As críticas ainda incluíram projetos que supostamente estariam em estágio avançado – ou assim indicara o Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações –mas que seguem à espera de publicação pelo governo, especialmente na forma de decretos presidenciais.

“No plano nacional de internet das coisas também se espera um decreto, fruto de um trabalho contratado pelo ministério e pelo BNDES, com diagnóstico concluído, mas o decreto necessário está pendente e o retardo acaba não liberando os insumos necessários, assim como a política pública que substituiria os decretos hoje vigentes. E falta tratarmos de políticas de tributação”, completou Juarez Quadros.

Segundo ele, dentro da agência há quem defenda caminhos infralegais para modernizar o modelo regulatório, notadamente a publicação de um decreto presidencial que remova a telefonia fixa como serviço prestado em regime público. “Haveria uma solução que independeria de legislação. A gente comunga dessa ideia, mas não há interesse dos governos, nem dos passados, nem do atual”, disparou o presidente da Anatel.


Internet Móvel 3G 4G
Iniciativa da Vivo Brasil chega a 15 países e a 5 milhões de acessos

Portal Dialogando fomenta a reflexões sobre a sociedade conectada e ratifica a campanha da operadora que 'tem hora para tudo'. Iniciativa traz informações e dicas sobre redes sociais, plataformas de relacionamento, uso de aplicativos, Internet das Coisas, entre outros.

Painel Telebrasil 2019
A 63ª edição do principal encontro institucional de lideranças do setor de telecomunicações e TICs acontecerá entre os dias 21 e 23 de maio de 2019, em Brasília. Saiba mais em paineltelebrasil.org.br
Veja o vídeo

Anatel atende pleito das teles e adia prazo de consulta pública de metas de universalização

Proposta a vigorar até 2025, teoricamente último ano das concessões de telefonia, o PGMU 5 mantém em aberto o que fazer com o saldo de R$ 3,7 bilhões em obrigações reduzidas.

Anatel multa Oi por segurar R$ 8 milhões da TIM por um ano

Embora as duas operadoras tenham firmado acordo entre si três anos antes do processo, agência manteve multa de R$ 3,2 milhões, por entender que o acordo financeiro firmado entre as teles não eliminava aplacava a irregularidade da retenção de recursos.

Aplicativo e monitoramento pelos usuários vão ranquear as operadoras móveis

Inspirada em ferramenta da britânica Ofcom, Anatel quer usar colaboração coletiva para recolher dados sobre redes e serviços e indicar melhores e piores.

Embratel usa Banda KA para expandir banda larga fixa e IoT

Diretor Executivo da Embratel Star One, Gustavo Silbert, explica que o serviço IPSAT terá um ponto concentrador dos dispositivos de IoT para levar comunicação às áreas remotas.




  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G