TELECOM

Anatel: Políticas públicas de telecom estagnaram no Governo

Luís Osvaldo Grossmann ... 11/09/2018 ... Convergência Digital

Ao difícil cenário de estagnação econômica, o país soma a paralisia política. Com essas tintas o presidente da Anatel, Juarez Quadros, lamentou que as várias políticas públicas relacionadas diretamente às telecomunicações continuem no campo das ideias e das promessas.

“As políticas públicas ainda são esperadas, e com muita ansiedade por nós na Anatel. Sem elas é impossível o desdobramento dos trabalhos regulatórios, tanto na revisão do marco legal das telecomunicações como na alteração da lei do Fust. Há necessidade de um decreto para tratar do PGMU, mas ele também não sai”, disparou o presidente da Anatel.

Quadros falou durante seminário sobre os 20 anos de privatização das telecomunicações e a expectativa para os próximos, promovido pelo portal Telesíntese, nesta terça-feira, 11/09. As críticas ainda incluíram projetos que supostamente estariam em estágio avançado – ou assim indicara o Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações –mas que seguem à espera de publicação pelo governo, especialmente na forma de decretos presidenciais.

“No plano nacional de internet das coisas também se espera um decreto, fruto de um trabalho contratado pelo ministério e pelo BNDES, com diagnóstico concluído, mas o decreto necessário está pendente e o retardo acaba não liberando os insumos necessários, assim como a política pública que substituiria os decretos hoje vigentes. E falta tratarmos de políticas de tributação”, completou Juarez Quadros.

Segundo ele, dentro da agência há quem defenda caminhos infralegais para modernizar o modelo regulatório, notadamente a publicação de um decreto presidencial que remova a telefonia fixa como serviço prestado em regime público. “Haveria uma solução que independeria de legislação. A gente comunga dessa ideia, mas não há interesse dos governos, nem dos passados, nem do atual”, disparou o presidente da Anatel.


Veja edição 12 da Revista Abranet - Assossiação Brasileira de Internet REVISTA ABRANET . 12
Especial 20 Anos de Internet no Brasil


Há 20 anos os provedores de Internet escrevem suas histórias no País. A trajetória não foi nada fácil. Houve decisões políticas e econômicas significativas. Infraestrutura, modelo de negócios e fidelização de clientes foram relevantes no passado e continuam sendo no presente. Ao longo de duas décadas, os ISPs tiveram de se reinventar diversas vezes para não deixar de existir.

Clique aqui para ver outras edições

Começa a valer cadastro que bloqueia telemarketing das teles

A partir deste 16/7, será possível inscrever números no cadastro ‘Não Me Perturbe’. Promessa da Anatel é que em 30 dias os inscritos não receberão mais chamadas promocionais das operadoras de telecom.

Imposto zero para IoT está na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara

Deputado Federal, Paulo Ganime (Novo/RJ), diz que o projeto de Lei 7656/2017, corrige uma distorção - a cobrança de FISTEL para os dispositivos IoT.

Governo autoriza aumento de capital da Telebras de R$ 1,17 bilhão

Montante é reflexo dos aportes autorizados em 2015, 2016, 2017 e 2018, quando a estatal estava ainda em acerto financeiro do satélite geoestacionário de defesa e comunicações. 

Comissão aprova prazo de seis meses para instalação de bloqueador de celular em presídios

Relator do projeto retirou o dispositivo que condicionava as novas outorgas de telecomunicação à instalação, ao custeio e à manutenção dos bloqueadores pelas prestadoras.




  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G