GESTÃO

Serpro adia consolidação de data centers

Luiz Queiroz ... 03/10/2018 ... Convergência Digital

Ficou para o início de 2019 a deflagração do processo de consolidação do mainframe do Serpro, em São Paulo, primeiro passo exigido para a futura integração de serviços no data center de Brasília. Em entrevista à CDTV do portal Convergência Digital, o diretor de Operações, Iran Porto Junior, admitiu que está deixando o problema para a futura diretoria do Serpro no próximo governo. Inicialmente a ideia era iniciar o processo em março deste ano.

O projeto é polêmico e um tanto confuso. Para consolidar os serviços do três data centers da empresa em Brasília, a estratégia é fazer inicialmente uma consolidação de serviços do mainframe em São Paulo, ao custo de manutenção de infraestrutura predial da ordem de R$ 3 milhões.

A decisão de primeiro iniciar a consolidação dos serviços no data center de São Paulo é explicada pelo fato dele ter o maior volume de produção. Na unidade paulista são operadas as informações, por exemplo, da Receita Federal e do Denatran, os dois maiores contratos de serviços da estatal. O data center de São Paulo concentra em torno de 65% do faturamento do Serpro.

Como a empresa já havia negociado com a IBM a substituição dos mainframes de Brasília e São Paulo, a direção da empresa decidiu que primeiro faria a troca de equipamento e consolidação dos serviços de São Paulo, para no futuro ter condições de repassar os serviços para o data center de Brasília.

Só que o valor "investido" na melhoria da infraestrutura predial da unidade paulista (no total foram gastos até agora R$ 3 milhões) é considerado inócuo. Esse valor é contestável, se levado em conta um relatório que trata das necessidades de aplicação de recursos no data center de São Paulo, para a modernização da infraestrutura do prédio, que é antigo.

Neste documento, que o portal Convergência digital teve acesso, ficou claro que, para reduzir os riscos de incêndio, entre outros problemas, seriam necessários recursos da ordem de R$ 82,5 milhões a preços de hoje. Iran garantiu que não há a intenção de se gastar esse volume de recursos em São Paulo, mas que a segurança da unidade está garantida com os "investimentos" feitos pela atual diretoria.

Assista a entrevista concedida pelo diretor de Operações do Serpro:


Governo não flexibiliza e mais de 700 mil empresas podem ser excluídas do Simples

A não regularização dos débitos poderá acarretar a exclusão do regime a partir de janeiro de 2019, mas não há facilidades - como houve o REFIS para as grandes empresas - para a quitação da dívida.

Azul Seguros: erra quem descarta o legado na transformação digital

O CIO da seguradora, Paulo Cesar Imelk, diz que falar é fácil, mas fazer a transformação digital acontecer é muito difícil. "No nosso caso, estamos indo a passos de bebê. Não há guinada", observa.

Decreto amplia uso da terceirização no serviço público

Nova norma cria algumas exceções à terceirização e deixa à cargo do Ministério do Planejamento definir o que poderá ser objeto de “execução indireta”.

Haroldo, o robô da defesa do consumidor, atendeu mais de 12 mil brasileiros

Criadora do bot, em quatro meses, obteve R$ 6 milhões em concessão de direitos. Na prática, o Haroldo ajuda as pessoas a recuperarem danos causados por empresas e identifica causas comuns, o que acaba por reunir pessoas que têm queixas contra uma mesma organização.

eSocial: Receita diz que 88% das grandes empresas aderiram ao regime

Segundo o Fisco, das 12,1 mil empresas com faturamento maior que R$ 78 milhões, 10,7 mil conseguiram fechar a folha de pagamentos no prazo.




  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G