Convergência Digital

Brasil fecha com a faixa 26 GHz para 5G e vai liberar a faixa de 1,5 GHz

Ana Paula Lobo e Pedro Costa - 15/10/2018

Ao participar do seminário 5G Americas, realizado nesta segunda-feira, 15/10, no Futurecom 2018, o gerente de Espectro, Órbita e Radiodifusão da Anatel, Agostinho Linhares, disse que o Brasil não vai trabalhar na faixa de 28 GHz, como os Estados Unidos. Os esforços ficarão na faixa de 26 GHz, que deverá liberar - se houver quatro operadoras interessadas em pelo menos 400 Mhz para cada uma delas.

Linhares também falou sobre os testes de campo com o 3,5 GHz para o 5G. Neste momento, acontece um piloto no laboratório do CPqD. Tão logo essa fase se encerre, haverá um teste de campo em uma rede da Claro, no Rio de Janeiro. "Será crucial para que possamos de fato evitar qualquer tipo de interferência na faixa", explicou.

Agostinho Linhares disse, em entrevista à CDTV, do portal Convergência Digital, que a Anatel prevê ainda liberar cerca de 90 MHz na faixa de 1,5 GHz para downlink. Também comentou sobre o uso da faixa de 26 GHz, que deverá ter restrições definidas na conferência mundial de radiocomunicações em 2019, nos Estados Unidos.

O executivo disse que não há trabalho na UIT para o uso da faixa de 28 GHz. Linhares também falou sobre o uso do espectro entre 57 e 71 GHz para o WiGig (padrão de WiFi indoor de altíssima velocidade). Assistam à entrevista com Agostinho Linhares.


Internet das Coisas exige rediscussão sobre neutralidade no Marco Civil

Para o diretor de Produtos e Tecnologia da Ericsson, Paulo Bernardocki, as operadoras precisam começar o mais rápido possível para aprender a ter as coisas como clientes.

Sem conectividade, não há estratégia de computação em nuvem

CenturyLink é uma MVNO e mantém o interesse de atuar tão somente para as empresas corporativas, revela o diretor de Dados, Eduardo Freitas.


Futurecom 2018 - clique aqui e confira a cobertura completa.
Editora Convergência Digital
Copyright © 2005-2018 Editora Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site