INCLUSÃO DIGITAL

Governo diz que paralisação do GESAC deixou 3 milhões de estudantes sem Internet

Luís Osvaldo Grossmann ... 31/10/2018 ... Convergência Digital

Três meses depois da cautelar que paralisou o programa Gesac, a conta da Telebras é que 8 mil escolas rurais, que atendem 3 milhões de alunos, ficaram sem internet em 2018. E mesmo com a retomada imediata do cronograma de implantação das antenas VSats, a proximidade das férias escolares na prática faz com que o impacto do programa só seja efetivamente sentido em 2019.

Ainda assim, a decisão do Tribunal de Contas da União de derrubar a cautelar nesta quarta-feira, 31/10, foi considerada uma vitória pelo Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comuncações. “Foi feita justiça. O Tribunal reconheceu que fizemos tudo dentro da lei. Amanhã mesmo começamos a instalação dos pontos de conexão”, afirmou o diretor do departamento de inclusão digital, Américo Bernardes, depois da votação no TCU.

No fim de julho, a ministra Ana Arraes aceitou a tese de que as conexões prestadas por um consórcio entre Embratel, Oi e Telefônica seriam equivalentes aos acessos fornecidos pela estatal e mandou suspender a contrato firmado entre MCTIC e Telebras sem sequer ouvir os argumentos dos gestores do programa de inclusão digital.

Nesta quarta, o novo relator do tema, ministro Benjamin Zymler, argumentou que ao adotar um lote único nacional, com 15 mil pontos e especialmente com acessos por banda Ka, que garantam conexões de 10 Mbps, contra os menos de 7 mil pontos em 1 Mbps do consórcio privado, dão razão ao MCTIC em contratar a estatal por inexigibilidade de licitação – é a única que possui satélite com cobertura de todo o país em banda Ka.

Mas como estão prometidos novos satélites com essa capacidade nos próximos anos, o TCU recomendou ao governo que antes do fim dos cinco anos do contrato com a Telebras os termos sejam revistos, uma vez que com mais oferta satelital os preços podem ficar menores que aqueles acertados atualmente.

O efeito prático da cautelar, no entanto, é sensível. Mesmo com a retomada das instalações das antenas VSats, é pouco provável que as escolas rurais contem com o acesso em banda larga muito antes do início das férias escolares. Até por isso, o departamento de inclusão digital do MCTIC quer combinar com o MEC que haja pessoal disponível nas escolas para que a instalação aconteca mesmo durante as férias.


Audima cria ferramenta para levar conteúdo aos analfabetos digitais

A partir da própria dor, uma vez que tem dislexia, Paula Pedrosa criou a Audima, uma startup que transforma palavras em áudios. "O império da visão exclui muita gente. Nosso desafio, hoje, é mostrar que inclusão monetiza", observa a executiva.

Anatel quer saber se há interesse em investir em satélites no Brasil

Consulta pública sobre o tema recebe contribuições até 7 de setembro. Ideia é saber se há empresas que queiram prover serviço ininterrupto de capacidade satelital por cinco anos a partir de 1 de janeiro de 2021.

Sem rede e velocidade de conexão, escola rural padece para acessar à Internet

Apenas 34% das escolas possuem ao menos um computador com acesso à internet e a velocidade de conexão é baixa para permitir uso pedagógico, na faixa de 2 Mbps, revela a pesquisa TIC Educação 2018, do CGI.br.

Anatel quer BNDES como agente financeiro para usar FUST na expansão da banda larga

Agência reguladora aprovou o Plano Estrutural de Redes de Telecomunicações, o PERT. De acordo com a Anatel, 3.542 dos 5.570 municípios do país não possuem acesso à rede de fibra óptica. Agência também diz que dos R$ 20 bilhões do FUST, apenas R$ 200 mil foram aplicados no setor.

Acesso à Internet reproduz desigualdade social e econômica no Brasil

Estudo do IPEA mostra que a falta de acesso à internet repete as mesmas adversidades e exclusões já verificadas na sociedade brasileira no que tange a analfabetos, menos escolarizados, negros, população indígena e desempregados.  Homens e mulheres têm comportamento semelhantes na Web.

Google Station é plataforma de monetização para Programa WiFi Livre SP

Empresa firmou parceria com América Net e Linktel, com patrocínio do Itaú, e já conta com 80 hotspots distribuídos na capital de São Paulo.



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G